Artigo

Disputa pelo comando do PT deveria ser exemplo para todos os partidos

[Disputa pelo comando do PT deveria ser exemplo para todos os partidos]
13 de Agosto de 2019 às 17:43 Por: Henrique Brinco 0comentários

A briga interna pelo comando do PT em Salvador é um bom exemplo de democracia para todos os partidos. Gilmar Santiago, atual presidente e candidato à reeleição, disputa a presidência da sigla na capital com diversos outros candidatos. E ele corre o risco de perder a cadeira. Coisa rara de se ver em outras agremiações. 

Dificilmente vemos disputas internas dessa natureza em outros grandes partidos. A prática corriqueira se dá por caciques veteranos indicarem previamente os presidentes das legendas. As convenções partidárias se tornaram mera formalidade para chancelar esses nomes. A atuação dos filiados se limitam apenas a referendar as decisões das cúpulas. O PT soteropolitano está dividido e os correligionários estão sendo convidados a participar do processo democrático.

Conforme o BNews antecipou, três das maiores chapas se uniram em um movimento que já é visto como de isolamento contra Gilmar. O acordo prevê um revezamento: em caso de vitória, Ademário irá para presidir o partido em Salvador nos anos de 2020 e 2021; e a professora Iracema Moura, da Esquerda Popular Socialista (EPS) e dirigente do MSTS, comandará em 2022 e 2023. Hamilton Menezes, da Construindo um Novo Brasil (CNB), retirou sua candidatura e seu grupo político fará parte da gestão.

Gilmar, por sua vez, também apresentou a sua carta na manga. E ela se chama Jaques Wagner. O apoio do senador é importantíssimo para qualquer postulante ao comando da sigla e pode ser um fator decisivo para o pleito. O governador Rui Costa ainda não manifestou preferência.

As eleições municipais acontecem no dia 8 de setembro, com eleição de delegados para congressos estaduais e com eleições de delegados para o congresso nacional. Até lá, muita água vai rolar. E o BNews estará de perto acompanhando tudo. 

*Henrique Brinco é jornalista formado pela Unijorge, de Salvador, e atua como repórter de política do BNews e do jornal Tribuna da Bahia.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

Eduardo Entrevista

Mais Lidas