Artigo

Pesquisa em desacordo com Bolsonaro

[Pesquisa em desacordo com Bolsonaro]
02 de Setembro de 2019 às 09:34 Por: José Medrado* 0comentários

Infelizmente é verdade, é desanimador, o número de focos de incêndio na Amazônia é o maior dos últimos 09 anos. Os índices aumentaram 196% em agosto, chegando a mais de 30 mil focos ativos, contra 10 mil do ano passado, segundo o próprio órgão do governo, o INPE – Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, que ainda afirma que foi o maior índice desde 2010. O governo contradiz o próprio governo, quando afirmava que incêndio tem todo o ano.

Vê-se, ainda, segundo pesquisa do Instituto Datafolha, que 3 em cada 4 brasileiros vêm como legítimo totalmente, ou em parte,  o interesse estrangeiro na Amazônia, isto significa 76% da população, ou seja, ao que tudo indica, o discurso do presidente Bolsonaro não está colando muito, quando afirma que querem explorar a região em benefício próprio, mesmo tendo, em outro ponto da pesquisa,  pouco mais de 60% concordando com este posicionamento. O levantamento ainda registra que 66% dos entrevistados defendem que o Brasil deveria aceitar ajuda internacional, para combater o desmatamento na Amazônia. E mais: 65% opinam que o governo não deve diminuir as áreas destinadas às reservas indígenas. Reação totalmente adversa do defendido e preconizado pelo presidente da República, nas entrelinhas de seus pronunciamentos criticando as dimensões dessas áreas demarcadas. 

Causou-me, por outro lado, surpreendente estranheza, que apenas 40% afirmam que a região deve ser gerida pelo Brasil, ou seja, apenas 40% concordam plenamente com a soberania nacional sobre a área e 22% que ela deveria ser administrada por um conjunto de países e entidades internacionais. Não entendi, haja vista que o discurso nacionalista presidencial é muito forte, apesar de que em última pesquisa também divulgada nesse fim de semana passado, mais uma vez, se registrou a queda da popularidade do presidente.

O que nos chama a atenção é que está caindo a aceitação como verdade factual as posições do presidente Bolsonaro, pois, em todo aspecto da pesquisa, há um flagrante contradita a tudo que ele tem divulgado, comentado em suas paradas à frente do Palácio do Planalto, em suas saídas para o trabalho. Naturalmente, que os defensores ferrenhos da pessoa do presidente e não, necessariamente, do presidente do Brasil vão se posicionar em desacordo com as pesquisas, talvez até afirmando se tratar de fake, atacar a mídia, mas esses são os números.

*José Medrado é líder espírita, fundador da Cidade da Luz, palestrante espírita e mestre em Família pela UCSal. Escreve para o BNews às segundas-feiras.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

Eduardo Entrevista

Mais Lidas