Artigo

Político, Bicho Camaleão

[Político, Bicho Camaleão]
04 de Março de 2019 às 10:37 Por: José Medrado*0comentários

Já ouvimos muito falar de massa de manobra, mas você sabe do que se trata realmente? Refere-se ao conceito do sociólogo e filósofo francês, Pierre Bourdieu, onde a sociedade é conduzida por uma ideologia dominante, anulando sentimento crítico individual, do cidadão, que deve ser protagonista de seus próprios caminhos. 

Em linguagem mais clara, massa de manobra é um grupo de pessoas que são motivadas por uma opinião ou ideologia pré-formada por um grupo político, mídia, ou de outra natureza, a cumprir, seguir o que para tanto são conduzidos, manipulados, influenciados. 

Fico, assim, imaginado, e me perguntando, se determinados políticos sofrem com as suas mudanças de opinião, no desconcertante jogo de fazer mudar de direção o seu eleitorado que ele induziu a defender determinadas questões, mas por interesses transformados, viram-se e abraçam ideias contrárias?!

Estamos vendo esta saia-justa de Eduardo Bolsonaro, que, em vídeo que circula pela redes sociais, afirmando, quando o seu pai ainda não era presidente, do absurdo da reforma da Previdência, onde, em suas palavras: “precisa se cobrar dos grandes devedores, o que não está sendo feito”. E, ainda questiona: “até quando, até onde nós vamos botar o trabalhador, o funcionário público, principalmente, para pagar esta conta?” 

As pessoas mudam de ideia, então, como o pai fez, dizendo que errou ao ser também contra a reforma da previdência, precisa ele (Eduardo Bolsonaro) dizer que errou, que agora é a favor. O lamentável não é o que foi dito, mas esta mudança de opinião de políticos, a depender da situação em que se encontram, que, não demonstrando ideologia real alguma, apenas oportunismo de ocasião, se transformam em camaleões. Tudo muito lamentável. Enquanto isto, por outro lado, ainda vemos muita gente brigando, fazendo inimizades por contas destes senhores do poder de ontem, de hoje...

Não questiono aqui a validade, a importância de reforma alguma, mas, é fato, a corda sempre arrebenta para o lado mais fraco. Sei: é um clichê muito batido, mas você vê de outra forma?

 

*José Medrado é líder espírita, fundador da Cidade da Luz, palestrante espírita e mestre em Família pela UCSal. Escreve para o BNews às segundas-feiras.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

Eduardo Entrevista

Mais Lidas