Turismo

Secretário Jorge Ávila destaca retomada do turismo em Itacaré e alerta para respeito aos protocolos sanitários

[Secretário Jorge Ávila destaca retomada do turismo em Itacaré e alerta para respeito aos protocolos sanitários]
06 de Janeiro de 2021 às 16:21 Por: Rafael Albuquerque

Um dos principais destinos turísticos do Brasil, a cidade de Itacaré é conhecida pelas suas belezas naturais e pela hospitalidade de seu povo. Com a chegada da pandemia do novo Coronavírus, a gestão municipal teve que se reinventar. Após as eleições, já com a nova equipe, a palavra de ordem é trabalho. Parcerias com a inciativa privada e cuidado com os protocolos de segurança e higiene fazem de Itacaré um dos destinos prefeitos dos turistas mesmo durante a pandemia. Diante das particularidades da localidade e da alta procura, o BNews fez uma entrevista com o secretário de Turismo de Itacaré, Jorge Ávila. O gestor falou dos desafios da cidade para os próximos anos e mostrou entusiasmo com a retomada econômica e turística de Itacaré e de toda a região da Costa do Cacau. 

BNews: quais os principais atrativos de Itacaré diante de tantas regiões turísticas e de belezas ímpares na Bahia?
Jorge Ávila:
Itacaré é um destino completo e que há muitos anos chama atenção. O que desperta esse interesse é o encantamento de lugares com beleza fora do comum, praias lindíssimas, rios, muitas possibilidades de turismo de experiência, uma gastronomia completa, comunidades quilombolas, fazenda de cacau onde a pessoa pode conhecer o passo a passo até chegar ao chocolate. É um destino encantador e por isso desperta tanto interesse. Tem a possibilidade de estar com a família, de ir com a galera mais jovem. Itacaré desperta isso tudo porque é encantadora em todos os aspectos. 

BNews: diante de tanto potencial turístico, de que forma o poder público atua na preservação do bioma da região?
Jorge Ávila:
a gente está evoluindo e desenvolvendo Itacaré como destino inteligente em três pilares: governança, tecnologia e sustentabilidade. A secretária de Cultura e Turismo está alinhada com a do Meio Ambiente atuando nessa perspectiva para saber como a gente pode trabalhar a sustentabilidade. A gente tem projeto de banheiros públicos nas proximidades nas praias. Estamos trabalhando o processo para termos duas bandeiras azuis nos próximos anos, e temos o projeto para sediarmos o Primeiro Encontro Brasileiro dos Direitos da Natureza, onde vamos discutir o meio ambiente durante três ou quatro dias, quando Itacaré vai ter a ousadia de ser a capital mundial do meio ambiente. O turismo, da forma que constrói, pode destruir rapidamente. Então vamos trabalhar no alinhamento dessa sustentabilidade.

BNews: Itacaré faz parte da chamada Costa do Cacau. De que forma funciona o marketing da cidade em outros destinos para que os turistas não optem por outras localidades?
Jorge Ávila:
além de ser secretário de Turismo de Itacaré, sou presidente da Câmara Técnica de Turismo da Costa do Cacau, que é uma zona de governança, como tem na Costa dos Coqueiros, como tem na Costa das Baleiras. Por isso, posso dizer que é importante estarmos alinhados com Ilhéus, com Camamu, Itabuna e os outros municípios. Estamos discutindo um planejamento enquanto região. Hoje são 11 municípios turísticos na Costa do Cacau, mas queremos chegar a 18 ou 20 nesse mapeamento. Temos proposições e planejamento direcionado para São Paulo, que é um grande mercado. Pensar na Costa do Cacau é estratégico. Não existem concorrentes, mas cidades que se complementam enquanto proposição turística. 


BNews: além das belezas naturais, Itacaré tem algumas das mais badaladas festas de Réveillon do Brasil. Qual foi o impacto da pandemia do novo Coronavírus esse ano e como está o planejamento para 2021 / 2022?
Jorge Ávila:
tivemos uma reunião há duas semanas. Fizemos alinhamento da estratégia, que já começou semana passada com pequenos filmes nas redes sociais, falando da saudade e do quanto esperamos o Réveillon de 2021 para 2022. Já podem se preparar, fazer as reservas. Pode dizer aí que vai ser "O RÉVEILLON". Não vai ter para ninguém, com todo o respeito. Foi uma coisa que deu muito certo de 2019 para 2020, e que agora não pudemos realizar. O desse ano vai ser grandioso, como é a Bahia, como é a Costa do Cacau e Itacaré. 
 


BNews: falando nisso, o que foi feito para minimizar os impactos da pandemia em Itacaré?
Jorge Ávila:
Itacaré teve muita competência na gestão que finalizou no último ano. Reabrimos seguindo todos os protocolos de segurança. Itacaré tem selo de turismo seguro confirmado por todos os empresários. Os empresários estão alinhados com a gestão, e por isso os números são tão bons. Hoje temos uma barreira de controle de acesso, aferimos temperatura, uso de máscara, álcool em gel. Temos um decreto que orienta limite de ocupação, etc. Estamos alinhado aos empresários na mensagem de segurança. O turista procura um bom destino, mas verifica a questão de segurança, e se na Bahia existe uma referência, esse município é Itacaré. 

BNews: a data do que seria o Carnaval está chegando. Você acha que vai haver uma alta na demanda aí na cidade?
Jorge Ávila:
embora não tenha carnaval, o povo vem para praia. É uma questão de consciência, do empresário, do poder municipal, mas, sobretudo, do turista, que precisa entender e assimilar a mensagem do cuidado sanitário. Tem alguns que não respeitam, mas a gente pede com respeito e com cuidado porque é uma determinação do prefeito. Os hotéis, nas recepções têm todo o cuidado, estamos tranquilos com relação a isso. Os bares e restaurantes também estão bem preparados. Hoje projetamos uma ocupação de 85% de pessoas que vem relaxar, para descansar e recarregar as energias. 

BNews: o presidente da CVC disse que só teremos um ano cheio no turismo novamente em 2023. Mas, ao que parece, Itacaré está indo de encontro a essa afirmação.
Jorge Ávila:
eu já ouvi declarações oficiais que a malha aérea que atendia Salvador até antes da pandemia já está se restabelecendo, já se aproxima ao que era antes. O dirigente da CVC é merecedor do nosso respeito, ele tem conhecimento. O turismo só vai se recuperar em 2023 para quem não tem proposta, para quem não ousar, pra quem não unir o trade turístico. Essa é a grande equação. Itacaré já começou o turismo em agosto e a gente tem recebido um volume, um fluxo de maneira positiva. Tivemos um janeiro positivo e estamos trabalhando no sentido de trazer fluxo, pois temos 90% da economia baseada no turismo. Como dizer aos empresários que só vamos nos recuperar em 2023? Vamos propor, sugerir, trabalhar e o resultado vai chegar mais cedo do que se imagina. A gente já vem trabalhando e colhendo bons frutos. 

BNews: e como está Itacaré em relação à vacinação contra o novo Coronavírus?
Jorge Ávila:
já tivemos a primeira quantidade disponibilizada pelo governo da Bahia, e aí eu parabenizo o governador Rui Costa e o secretário estadual da Saúde, Fábio Vilas Boas. A união com a prefeitura de Salvador também deu um bom exemplo. Devemos receber, nos próximos dias, o segundo lote de vacinas. Estamos nos adequando e aplicando segundo as regras determinadas. A aceitação do público tem sido extremamente positiva. É equivocado aquele pensamento de que a gente tem que ficar esperando que os laboratórios venham nos procurar. Não tem oferta para tanta demanda. A gente tem que correr atrás, como tem feito o governador e o secretário para colocar vacina na Bahia, pois com essa ação estamos salvando vida de baianos e baianas.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar