Polícia

Carrefour pagará R$ 5 milhões para família de homem morto por seguranças, diz site

[Carrefour pagará R$ 5 milhões para família de homem morto por seguranças, diz site]
19 de Junho de 2021 às 18:06 Por: Reprodução Por: Redação Bnews

O Carrefour pagará à família de João Alberto Freitas R$ 5 milhões pela sua morte dentro de uma unidade da rede de supermercado em Porto Alegre, na véspera do Dia da Consciência Negra, em novembro de 2020.  A informação é do UOL. 

Além do valor pago aos familiares de Beto, a empresa desembolsará R$ 115 milhões para investir em ações de reparação à sociedade. O acordo faz parte de Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) acertado com entidades públicas e organizações do movimento negro. 

Desse total, R$ 68 milhões serão destinados para custear cursos de pessoas negras de graduação e de pós-graduação. Outros R$ 7,5 milhões custearão ações educativas sobre discriminação racial e promoção da cultura negra.

Seis pessoas foram indiciadas por homicídio triplamente qualificado – por motivo torpe, asfixia e recurso que impossibilitou a defesa da vítima. Entre eles estão os dois seguranças da rede que foram gravados espancando e asfixiando o homem de 40 anos. 

O Carrefour informa ter indenizado nove familiares de João Alberto: os quatro filhos, a neta, a irmã, o pai, a viúva e a enteada. Ainda de acordo com o portal, a viúva Milena Borges Alves foi a que recebeu o maior valor.

Classificação Indicativa: Livre


Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar