Polícia

Defesa de Lázaro Barbosa pede proteção física e mental em caso de prisão

[Defesa de Lázaro Barbosa pede proteção física e mental em caso de prisão]
21 de Junho de 2021 às 18:13 Por: Divulgação Por: Redação BNews

A defesa de Lázaro Barbosa, suspeito de ter cometido uma chacina, pediu proteção física e mental em caso de prisão. A solicitação prevê ainda salvaguarda contra "qualquer forma de sensacionalismo e exposição vexatória", de acordo com o Metrópoles.

Na juntada de petição, a defensora pública responsável pelo caso afirma que, "considerando a enorme repercussão nacional conferida ao caso, visando salvaguardar a vida e a saúde de Lázaro, a defesa técnica solicita ao ilustre juízo que, desde logo, seja garantida a proteção da integridade física e psíquica do apenado".

A defensora ainda pede, que, em caso de prisão, Lázaro seja alocado "em instalações seguras, se possível, sem ter que dividir cela com outros internos do estabelecimento prisional, em caso de ser recapturado com vida".

Lázaro Barbosa

O baiano Lázaro Barbosa, 33 anos, é procurado por mais de 200 policias em Goiás e no Distrito Federal (DF), suspeito de ser o autor de uma chacina em Ceilândia Norte com quatro mortos e uma série de outros crimes como invasão de propriedade, roubo de carros e incêndio de imóvel. 

O crime aconteceu na madrugada de quarta-feira (9). Barbosa invadiu a chácara da família e matou a facadas e tiros, o empresário Cláudio Vidal, 48 anos, e os dois filhos, Gustavo e Carlos Eduardo Marques Vidal, 21, e 15 anos, respectivamente. Na fuga, ele levou a mulher de Cláudio e mãe dos jovens, a empresária Cleonice Marques, 43, que foi encontrada morta em um córrego.

Após o ocorrido, o baiano foi para Cocalzinho, Goiás, onde atirou em três pessoas que estavam em uma chácara e roubou duas armas, ateou fogo em uma casa na localidade e roubou um carro. Barbosa é procurado pelos agentes há 13 dias.

Classificação Indicativa: Livre


Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar