Olimpíadas

Baiana Beatriz Ferreira estreia com vitória em 3 rounds no boxe olímpico e avança às quartas

Rafael Bello/COB

Publicado em 30/07/2021, às 05h50    Rafael Bello/COB    Lara Curcino

A boxeadora baiana Beatriz Ferreira estreou com vitória em todos os três rounds noxe das Olimpíadas de Tóquio, nesta sexta-feira (30), e garantiu uma vaga na semifinal do peso leve (até 60kg). A pugilista derrotou Shih-Yi Wu, do Taiwan.

Atual campeã mundial e número 1 do ranking global em sua categoria, a lultadora de 28 anos chega ao Japão com uma das maiores apostas de medalha para o Brasil. Ela também é considerada a favorita ao ouro, que é inédito, já que o melhor desempenho para uma atleta do boxe feminino brasileiro nos Jogos Olímpicos foi o bronze de Adriana Araújo, em Londres-2012. 

De madrugada, outro baiano, Keno Marley, foi eliminado da categoria meio-pesado (até 81kg), por 2 rounds a 1. Já Hebert Conceição segue representando o Estado na modalidade, junto a Bia. 

Após a luta, Bia celebrou a vaga nas quartas, que a deixa a apenas um triunfo de garantir ao menos o bronze, mas disse que ainda tem muito caminho pela frente.

"Fico muito feliz com a conquista, mas ainda não acabou, foi só primeiro passo. Quero que vocês acompanhem, porque a gente vai fazer um grande show", afirmou ela, em entrevista ao SporTV. 

Bia sobe no ringue novamente na próxima terça-feira (3), novamente às 5h, contra a uzbeque Raykhona Kodirova. Dois dias antes, no domingo (1º), às 6h18, é a vez de Hebert disputar as quartas, contra o cazaquistanês Abilkhan Amankul.

Leia mais:
Quer acompanhar os atletas baianos nas Olimpíadas de Tóquio? Confira o calendário completo
Bahia tem 10 atletas nas Olimpíadas; conheça cada um e veja as chances de medalha

Classificação Indicativa: Livre