BNews Folia

Liberdade tem repertório eclético em último dia de folia

[Liberdade tem repertório eclético em último dia de folia]
Por: Tiago Caldas / Prefeitura de Salvador / Divulgação Por: Redação BNews 0comentários

Último dia oficial do Carnaval de Salvador, mas a festa continua, nesta terça-feira (5), nos circuitos oficiais e também nos bairros. Tem muita música, mistura de ritmos e atrações que prometem não deixar ninguém parado. Para isso, toda uma estrutura foi montada em nove bairros da cidade, com palco, sanitários químicos, e apoio da Guarda Civil Municipal e Polícia Militar.

O dirigente da Empresa Salvador Turismo (Saltur), Isaac Edington, fez uma avaliação do Carnaval nos Bairros. "Temos a preocupação de prover conteúdo de qualidade. Nossas contratações foram feitas para equalizar os circuitos. Temos mais de 200 apresentações no Carnaval dos Bairros, que conseguem reter mais de um milhão de pessoas. Temos recorde de apresentações musicais, além de oferecer um leque grande de ritmos”, disse.

Praça Nelson Mandela - Na Liberdade, a festa começou às 19h com a Banda Musical da Bahia. A banda baile, fundada em janeiro de 1976, animou o público presente no bairro com um repertório eclético, lembrando hits deste Carnaval e da folia de outros tempos, animando o público que lotou o espaço.

O grupo é liderado pelo músico Ivan Dias, que falou sobre a apresentação. “Já tenho 43 anos de estrada. Já tocamos em vários bairros. Fico muito animado em me apresentar nos bairros, e aqui na Liberdade foi muito legal, agregou um bom público, que curtiu o nosso repertório”.

Logo em seguida, o cantor e compositor Carlos Pita apresentou o melhor do frevo elétrico, relembrando sucessos de outros artistas e canções de autoria própria, com um repertório bastante variado. Para Pitta, que já tem mais de dez anos se apresentando em bairros, a descentralização da folia é importantíssima. 

“Os circuitos principais não comportam todo mundo. É preciso descentralizar e proporcionar aos bairros que brinquem com a mesma qualidade da avenida e dos grandes circuitos. Hoje, apresentamos o frevo elétrico, que há 14 anos toco, a exemplo das canções de Moraes Moreira e dos Irmãos Macedo”, disse. Completando a programação do bairro, sobem ao palco ainda hoje os cantores Virgílio, John Robert e a cantora Márcia Short.

Público - A dona de casa Ana Lúcia, de 30 anos, estava com a filha Adriana, de 6, na Liberdade. “Acho melhor ficar perto de casa, sem problemas. Para mim é bom ter carnaval no bairro, pois senão estaria em casa. Eu amo a Liberdade, me sinto bem aqui”.

A paulista Leda Silva está pela primeira vez em Salvador e resolveu curtir a folia na localidade junto com a família. Ela estava acompanhada do marido Paulo e da cunhada, e disse estar muito feliz. “Minha irmã mora no bairro e estamos felizes em poder curtir na porta de casa. O melhor Carnaval do mundo é aqui”, afirmou.

 

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

PodCast

Mais Lidas