Brasil

Jornalista afirma que presidente da CBF contribuiu para assassinato de Herzog

Imagem Jornalista afirma que presidente da CBF contribuiu para assassinato de Herzog

Ela aproveitou também para se declarar a favor do movimento encabeçado por Ivo Herzog

Publicado em 12/03/2013, às 18h51        Redação Bocão News (@bocaonews)

A jornalista Rose Nogueira, que integrava a equipe de jornalismo da TV Cultura, em 1975, comandada por Vladimir Herzog, assassinado nos porões da ditadura militar, concedeu rápido, porém importante pronunciamento ao site EBC sobre aquele período.

Destacou a nefasta atuação de José Maria Marin no episódio, deixando bem claro que o atual presidente da CBF, com seus discursos repressivos, tem sim participação, não apenas na morte de Herzog, mas também nas pressões sofridas pelos jornalistas à época.

Aproveitou também para se declarar a favor do movimento encabeçado por Ivo Herzog, filho do Vlado, para retirar o dirigente da CBF.

Veja aqui a entrevista

Classificação Indicativa: Livre