Cidades

Candeias: Líder comunitária é tirada à força de casa na frente dos filhos e morta em matagal

Divulgação

Dois suspeitos do crime foram apresentados na delegacia na noite desta segunda (13)

Publicado em 15/09/2021, às 11h30    Divulgação    Redação BNews

Uma mulher, identificada como Angélica da Silva, de 30 anos, foi morta a tiros nesta terça-feira (14) após ter sido arrancada de dentro da própria casa por suspeitos no município de Candeias, na Região Metropolitana (RMS). Dois filhos da líder comunitária presenciaram o crime, sendo que a menina de 14 anos também foi baleada durante a ação criminosa. 

Angélica foi executada, em um matagal, com três tiros e teve o corpo abandonado. A filha foi socorrida para uma unidade de saúde. Ela não corre risco de vida.

O filho de 11 anos da líder comunitária ajudou a polícia a identificar os suspeitos. Dois foram presos e um está foragido.

Leia também

Dona de bar é assassinada por estar com cliente alvo de suspeitos em São Cristóvão

Dois suspeitos de envolvimento na morte de tenente da Rondesp são mortos em confronto com a PM na Sussuarana

Vídeo: Idoso é morto na frente da filha em tentativa de assalto no Caminho de Areia

A Polícia Civil informou que, além do homicídio e agressões, os suspeitos reviraram todo o imóvel da vítima. O motivo do crime, segundo o Balanço Geral, seria a recusa de Angélica em aceitar ter a casa invadida pelos criminosos, que queriam utilizar o local como boca de fumo.

Acompanhe o BNews também nas redes sociais através do Instagram, do Facebook e do Twitter.

Atualizada às 14h52

Classificação Indicativa: 10 anos