Na Sombra do Poder

Na Sombra do Poder: Imegi, a bomba-relógio

[Na Sombra do Poder: Imegi, a bomba-relógio]
04 de Abril de 2019 às 00:00 Por: Editoria de Política 0comentários

Imegi, a bomba-relógio

Desde que a Polícia Federal bateu em cima do suposto esquema da contratação do Instituto Médico de Gestão Integrada (Imegi) na Secretaria de Saúde de Salvador, tem muita gente sem dormir na cidade. Após as buscas e apreensões de documentos, o que se comenta é que o Imegi passou a ser uma bomba-relógio com pavio em chamas e prestes a explodir. E os efeitos, dizem, são imensuráveis. 

Sociedade secreta

Uma misteriosa casa de shows na ilha de Itaparica, mais precisamente na cidade de Vera Cruz, passou a despertar olhares curiosos. Ninguém sabe ao certo quem é o verdadeiro dono. O BNews soube que o caso já despertou a atenção no Ministério Público baiano. A prefeitura local poderia informar os dados do real proprietário.

Sonho de verão

Foi só um sonho de verão que se foi com a chegada do outono. Assim tem sido resumida a história do Podemos, capitaneado na Bahia pelo deputado federal Bacelar, que queria continuar com o comando do Detran. No governo, classificaram o caso como um romance de amor destruído pelo governador Rui Costa (PT), que estuda emplacar um nome técnico no departamento.

Demorada espera

Os constantes adiamentos por parte do governador Rui Costa em anunciar o que ainda resta do segundo escalão tem levado um quadro de angústia a muitos aliados. Com Embasa e Detran fora do xadrez, a briga de partidos aliados cresceu para outras instâncias, menores, diga-se de passagem, e a balança ficou mais de difícil de ser equilibrada pelas bandas do Palácio de Ondina.

Adsumus

Ele está presente. Mas, informalmente. Chegou a esta coluna que um ex-deputado baiano está atuando em Brasília no Ministério da Saúde, com direito à sala e telefone, sem ter sido nomeado. A função é equiparada ao quinto escalão da pasta. O caso já está se espalhando e não deve demorar a cair na pauta dos adversários políticos.

Artilharia I

Almir Melo Júnior passou a primeira gestão do prefeito ACM Neto (DEM) e parte da segunda navegando em mar de almirante. Bastou "cair" para o comando da Arsal e já tem um fogo cruzado para enfrentar: terá que ir à Câmara de Salvador prestar informações sobre o aumento da tarifa de ônibus. Fábio Mota, titular da Secretaria de Mobilidade, também é aguardado.

Artilharia II

A deputada federal baiana Alice Portugal (PCdoB) não perdoou a ausência da ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, na Comissão de Defesa da Mulher na Câmara dos Deputados em uma agenda que ocorreria essa semana. “Por que não veio”, provocou a comunista nas redes sociais.

Traulitando

Pouco afeita aos microfones do plenário da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), a deputada Talita Oliveira (PSL) tem mirado colegas parlamentares nas redes sociais. Os alvos mais recentes das críticas foram Marcelino Galo (PT) e Hilton Coelho (Psol). 

Café indigesto

Não chamem para a mesma mesa o deputado federal Zé Neto (PT) e o suplente de deputado estadual Ângelo Almeida (PSB). Ambos têm a cidade de Feira de Santana como base eleitoral e o clima tem se acirrado depois que o petista admitiu a possibilidade de compor em 2020 com Carlos Geilson, um ainda tucano recém-chegado ao grupo de Rui Costa. No Twitter, o socialista não economiza no bombardeio ao deputado aliado.

Dois pesos

O vereador César Leite (PSDB) pediu para retirar de Lula a medalha Thomé de Souza. O argumento é que o ex-presidente foi condenado. No contra-argumento, o vereador Moisés Rocha (PT) disse que Jesus Cristo também foi condenado, nem por isso querem tirar os méritos dele. A comparação deu o que falar. 

Dever de casa

Teve deputado que pegou ar na AL-BA por causa das críticas sobre o “marasmo” no Parlamento. O primeiro projeto do Executivo foi aprovado em 2 de abril, dois meses após a abertura dos trabalhos de 2019. Diante das críticas e reverberações na imprensa, Nelson Leal, presidente do Legislativo, reuniu as lideranças e cobrou produtividade na Casa.

Cuidado com o João

João Henrique Carneiro (PRTB) vem articulando uma candidatura a prefeito de Feira de Santana. Entre almoços, jantares e cafés em gabinetes, o ex-prefeito de Salvador vem tomando gosto pela ideia diante da pífia administração atual de Colbert Martins (MDB). O antigo cacique soteropolitano pode ganhar musculatura e ser uma surpresa na princesa do sertão em 2020. Goste ou não da figura, ele pode chegar mais uma vez à cadeira de prefeito de uma grande cidade. Cuidado, Colbert.

Alegria, alegria

A prefeitura de Vitória da Conquista divulgou o card abaixo no dia 29 de março para homenagear a cidade de Salvador, que fez 470 anos de fundação. Mas o conteúdo presente na peça causou burburinho pelas redes sociais:

Nova velha política

Pouco mais de um mês após assumir a chefia de gabinete de um vereador soteropolitano, uma nova “funcionária” que chegou à Câmara bradando o objetivo de “fazer uma nova política” já coleciona inúmeros desafetos. Os métodos nada convencionais e bem distantes “da nova política” adotados pela novata vêm chamando a atenção, inclusive, de alguns integrantes da diretoria da Câmara, que estão de olho no gabinete.

Boicote à vista?

Tem deputados da base governista p* da vida com o governador Rui Costa (PT). A principal crítica é a falta de espaço no governo. Tem aliado se reunindo para avaliar qual posição tomar em relação ao cenário de desolação enfrentados por alguns parlamentares. A história recente do Parlamento mostra que deputados insatisfeitos representam dor de cabeça para o chefe do Executivo. Se rolar boicote, é novela reprisada.

Metamorfose

O deputado Alan Castro (PSD) parece ter chegado à nova Legislatura com nova roupagem. Antes sumido e quieto, agora vai com frequência para embates com deputados oposicionistas no plenário da Casa. Presidente da Comissão de Saúde, ele não perde a oportunidade de defender o governo estadual com unhas e dentes. Tal atitude ferrenha já está resultando em piadinhas pelos corredores do Palácio Luís Eduardo Magalhães.

Reencontro

Eles agora estão em campos políticos diferentes. Mas ambos já estiveram no mesmo time do prefeito ACM Neto. Em suas andanças recentes pela Câmara, Lúcio Vieira Lima não perdeu a oportunidade de fazer graça ao lado da vereadora Ana Rita Tavares. 

Campo de batalha

Em franca corrida por sua viabilização como candidato a prefeito no grupo governista, Bruno Reis (DEM) tem feito de tudo para passar uma imagem de ‘homem do povo’. Já tentou capoeira, futebol, comer feijão em comunidade da capital e a mais recente foi dar uma de boxeador com um vereador. A cena aí está:

Um Leão pagodeiro

O médium Aritana de Oxóssi anda em estreita relação com caciques do PP. No horizonte, se avizinha as eleições municipais. Prova dessa proximidade foi o aniversário do sacerdote no último domingo, que atraiu ninguém menos que o vice-governador da Bahia e presidente estadual do partido. Na festa, João Leão atacou de pagodeiro:

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

Eduardo Entrevista

Mais Lidas