Na Sombra do Poder

Na Sombra do Poder: Briga de titãs

[Na Sombra do Poder: Briga de titãs]
11 de Abril de 2019 às 05:32 Por: Montagem BNews Por: Editoria de Política 0comentários

Briga de titãs
O pau quebrou entre dois pepistas na reunião do partido nesta semana. O deputado federal Mário Negromonte Jr. discutiu feio com o presidente do partido e vice-governador João Leão. Sim, com o bonitão. Isso porque Mário Junior queria indicar um secretário para a gestão de Rui, e não foi atendido. O pepista mirim soltou os cachorros em cima do Leão. Foi xingamento para lá, gritaria para cá, e a turma do “quieta comoda” entrou em ação para apaziguar os ânimos. Depois do barraco, dizem as más línguas que Mário foi apelar para o pai, “o painho”, para resolver o mal-estar.

Boicotando
Falando em briga no PP, a coisa está tão feia que tem deputado novato falando em deixar o partido. Alguns caciques da sigla confidenciaram a esta coluna que pode ter debandada. Outra ala do grupo, defende uma “pressão” na Assembleia Legislativa ao governador, ou seria um boicote à votação das matérias enviadas pelo executivo?

Pressão
O governador Rui Costa continua enfrentando grande pressão para definir o comando das poucas vagas que restam no segundo escalão do seu governo. O PP continua, falam as más línguas, com a maior ânsia de poder, o que estaria contrariando muitos de seus aliados. Até mesmo quem anda calado estaria se manifestando de forma contrária, complicando ainda mais a vida de Rui.

Gozação
Por outro lado, a briga pelos espaços que rondam a cúpula pepista já virou motivo de gozação. Os comentários, até mesmo entre amigos, é de que podem pedir o que quiserem, pois todos os espaços a que tinham direito já foram demarcados. Vale aguardar.  

Limpa
E por falar em ânsia, enquanto não aparecem mais cargos oficialmente reivindicados pelo partido comandado pelo vice-governador João Leão, informações chegadas a esta coluna, dão conta que o clima nas secretarias de Desenvolvimento Econômico (SDE) e de Infraestrutura Hídrica e Saneamento (Sihs) é de total desespero. Na dança das cadeiras, até mesmo os terceirizados estariam caindo no samba.

Alívio
Entretanto, causou alívio o anúncio por parte do líder petista de que a escolha pelo diretor geral do Detran não mais sairá da sua cota pessoal. O Podemos, por exemplo, voltou a se encher de esperança de que não nadará e morrerá na praia diante de toda a guerra.

Coisas do coração 
Um nome indicado para o segundo escalão está engasgado no coração do governador Rui Costa. O que se diz nos corredores do governo é que moço aprontou contra o chefe do Executivo em um evento de campanha tempos atrás e deixou o petista em saia justa diante de eleitores no interior do estado. Rui guardou a provocação e está retribuindo o favor.

Insatisfeitos
O PSD também não está nada satisfeito com o governador Rui Costa. Uma reunião do partido iria acontecer nesta quarta-feira (10), mas como muitos estavam em Brasília, foi desmarcada. A queixa é a mesma do PP: falta de espaço no governo e falta de atendimento aos pleitos. É importante lembrar: os dois compõem uma “volumosa” bancada na Assembleia Legislativa.

Expectativa x Realidade 


Carlos Geilson mirou o Detran e acertou a Ouvidoria Geral do Estado. A notícia aliviou aliados mais antigos que se contorciam com a possibilidade do recém chegado ao grupo ganhar espaço de prestígio.

Cadê Jerônimo?
O secretário de Educação da Bahia sumiu do mapa desde o início da greve dos professores das universidades estaduais. No mesmo do PPA, uma dia após o anúncio da paralisação, o secretário passou picado e não parou para falar com a imprensa. 

Fora do tom 
Para um governador que explora a retórica da importância da educação, Rui Costa usou tom burocrata e agressivo para falar dos grevista. Seu principal argumento foi orçamentário e o risco de ferir o limite da Lei de Responsabilidade Fiscal. As contas são reais, mas, combinemos, o diálogo também é.

Palanque


Não passou despercebida a chuva de postagens por parte do senador Angelo Coronel (PSD) mesmo em leito hospitalar da capital paulista com diagnóstico de nódulo no rim, necessidade de procedimento cirúrgico e, em seguida, cateterismo. Os comentários são de que nem doente ele sai das redes sociais com sua “bela” Eleuza e, dessa vez, ampliou seu palanque para todas as suas visitas políticas.

MMs


Enquanto o racha rolava solto entre a prefeitura de Lauro de Freitas, Moema Gramacho e, até então sua vice-prefeita, Mirella Macedo, assessores da pessedista vibravam com o rompimento das duas. Risos rolaram solto nos corredores da Assembleia Legislativa. Até a própria Mirela caiu na risada.

Crise, sim
Por mais que a cúpula do Palácio Thomé de Souza negue que sua base na Câmara de Salvador esteja ensaiando uma rebelião, caso a crise não seja urgentemente debelada, os exemplos são mais do que claros. O último foi a destituição do 2º vice-líder Ricardo Almeida (PSC) para dar espaço ao emedebista Alfredo Mangueira (MDB).

Consequências
O resultado da insatisfação e recado veio de imediato: a vereadora e vice-líder do governo, Lorena Brandão (PSC), não compareceu a uma sessão extraordinária da Comissão de Constituição e Justiça. A edil era relatora de uma proposta do Executivo, cuja apreciação fora prorrogada, impedindo a votação no colegiado um projeto de autoria da prefeitura sobre entidades sem fins lucrativos. Contudo, publicou no mesmo dia fotos conceituais em visitas em comunidades e pousando para ganhar mais likes e seguidores no perfil. Será?

ISS sem vida
Os empresários de ônibus de Salvador ganharam do prefeito ACM Neto um relógio sem pilha. Explico. Eles assinaram o Termo de Ajustamento de Conduta para ter isenção do Imposto Sobre Serviço na ocasião do aumento da tarifa para R$ 4,00 - que poderia chegar a R$ 4,12 se não houvesse a contrapartida do benefício. A questão é que a isenção ainda precisa ser aprovada pelos vereadores, em matéria que ainda chegará ao Legislativo. Por lá, já tem gente dizendo que o texto não passará com a facilidade que Neto imaginava. E olhe lá se não passar. Neto terá que tomar o relógio de volta.

Vai pra Neto
Mas a prefeitura de Salvador não vai deixar as coisas tão fáceis assim. A liderança de governo na Câmara escalou um assessor para patrulhar aliados na votação da minirreforma administrativa do Executivo. O moço circulou pelo plenário e bastidores da Casa com uma prancheta para assegurar que ninguém escaparia do voto em favor da prefeitura, inclusive com a seguinte ameaça: "isso vai pra Neto".

Pé de ouvido
Logo após pedir vista ao projeto da minirreforma de Neto na Comissão de Orçamento, o vereador Cezar Leite (PSDB) teve que ouvir no Plenário os pleitos da vereadora Marcelle Moraes (Sem Partido). A coluna flagrou o momento. O texto, que cria uma diretoria voltada para a defesa dos animais, teve empenho pessoal da edil para que fosse aprovado.

Tá gordinho
O governador Rui Costa tem mostrado que tem fôlego mesmo. Quem acompanha o petista nas redes sociais, viu que ele começou uma jornada fitness para dispensar uns quilinhos que estão sobrando. Na versão vida saudável, Rui está de olho em companheiros que extrapolam as medidas oficiais. Na apresentação do PPA 2020-2023, ele não deixou passar batido os contornos de Jonas Paulo, ex-presidente do PT na Bahia. "Tá gordinho", cochichou Rui com um secretário durante a formação da mesa do evento.

 

Na esteira
Cada dia mais, o presidente da Câmara de Salvador, Geraldo Júnior, tem se aproximado da base do governador Rui Costa. Pelo menos, “na mesma esteira” das atividades físicas. Geraldinho também divulgou nas redes sociais, horas depois, um treino de boxe. Quem tem o melhor cruzado?

 

Cadê o dinheiro?
Um sindicato que está no centro das discussões atualmente está envolvido em um baita problema interno. Informações enviadas à Na Sombra do Poder dão conta de que o presidente recolheu dos trabalhadores dinheiro para pagamento de um plano de saúde. Só, que quando precisaram, os associados descobriram que não estavam cadastrados em nenhum plano de saúde. Problemão...

Escalado
Se for prefeito de Salvador, isso só no campo da suposição mesmo, Zé Eduardo já escalou o primeiro secretário: Fábio Mota. Sem esconder a indicação, o apresentador da RecordTV Itapoan falou sobre o assunto ao vivo, durante o Balanço Geral. Aliás, a informação que se tem é que o nome do apresentador vai figurar em nova pesquisa a ser divulgada.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

Eduardo Entrevista

Mais Lidas