Na Sombra do Poder

Na Sombra do Poder: Anarriê do Poder

[Na Sombra do Poder: Anarriê do Poder]
20 de Junho de 2019 às 05:00 Por: Reprodução Por: Editoria de Política 0comentários

Fogueira queimando em Feira

A prévia da eleição em Feira de Santana está aquecida. Apesar da última pesquisa ter apontado Zé Neto (PT) na liderança, há muitos indecisos no processo. Há apostas que Carlos Geilson está no encalço do petista. Colbert Martins (MDB) tem a caneta na mão, mas rabisca uma gestão que vai de mal a pior. Ainda assim, ACM Neto – cacique mor do grupo – ainda não descartou o ventríloquo do seu tabuleiro. Contudo, o desenho real na cidade mostra Zé Ronaldo costurando alianças sem Colbert, que segue queimado na fogueira política da cidade.

Olha a cobra!

Quem tenta um lugar à mesa na composição articulada por Zé Ronaldo é o clã Pimentel, que tenta abocanhar o posto de vice, mas é grande a ojeriza.

É mentira!

Nomes que figuram como pré-candidatos a prefeito vão tentar, na verdade, vaga na Câmara. Fernando Torres (PSD) anunciou apoio a Colbert e colocou nome à disposição do Legislativo. Esse está de olho na futura presidência da Câmara. No PSOL, Jhonatas Monteiro também deve tentar a vereança. Ele quer garantir a primeira cadeira do partido no legislativo feirense. 

Vem bomba por aí

Semana passada, o ex-executivo da OAS, Léo Pinheiro fez uma nova delação à Polícia Federal. Fontes ligadas à coluna Na Sombra do Poder afirmam que vem nitroglicerina pura por aí. Políticos antigos e caciques estaduais andam com a mão na cabeça. Parece que, dessa vez, ele contou tudo e não sobra pedra sobre pedra. A revelação, chamada por alguns políticos baianos de “delação do fim do mundo”, mira também um amigo pessoal de um ex-governador do Estado, habitué da Praia do Forte. 

Anarriê 

A farra do São João em uma cidade do Recôncavo baiano está na mira do Ministério Público. A irmã do prefeito teria tocado o terror nos contratos com artistas e empresas de infraestrutura para conseguir tirar uma parte por fora. Já já, os dois, a irmã e o prefeito, serão acionados.

Arraiá da AL-BA

Em clima de feriadão, a Assembleia Legislativa votou a toque de caixa o projeto da LDO 2020 na sessão da última na terça-feira (18). A matéria passou por acordo, sem nenhuma obstrução da oposição. Em dia de jogo do Brasil na Fonte Nova, o rito na AL-BA foi mais acelerado que a performance do grupo de Tite em campo. A pressa era tamanha que até a fala do líder de governo foi questionada. Do fundo do plenário, um governista gritou: “Tá obstruindo, Rosemberg?”.  

Sem noção

Na saída do plenário, teve deputado que não soube responder sobre os itens que tinha acabado de votar.

Prioridades

Na sala do cafezinho, o monitor que transmitia a partida da seleção feminina de futebol atraiu um aglomerado de deputados empolgados que escaparam do plenário logo ao final da votação.

O impasse

O acordo para votação da LDO só foi selado depois que líderes e deputados ligados à Mesa Diretora costuraram uma foram de trazer de voltar às contas da Casa uma rubrica orçamentária de 0,6% que o ex-presidente Marcelo Nilo havia enviado anos atrás ao TCM. O percentual, correspondente à bagatela de R$ 150 milhões, fará a alegria geral da nação. 

O novo Correria

Nelson Leal (PP), presidente da Assembleia Legislativa, anunciou que pretende visitar 92 municípios durante os 30 dias de recesso parlamentar. Ele nega de pés juntos que a correria, ao estilo Rui Costa, tenha a ver com planos para 2022.

Nem se despediu de mim

Ferve nos bastidores da AL-BA a herança maldita que o ex-presidente Angelo Coronel deixou para Nelson Leal. Coronel bateu a porta da Assembleia sem se despedir de ninguém e deixou para Leal pepinos inomináveis, que vão de contratos com restaurante à locação de helicóptero. Há quem diga que a bomba é gigante e vai explodir na mão do pepista.

O engavetador de processo

Aluno eficiente do antigo procurador da República à época de FHC, Geraldo Brindeiro, conhecido como o “engavetador de processo”, Graciliano Bonfim, procurador da AL-BA, tem tratado de forma distinta os litigantes de um antigo processo que foi negociado por Ângelo Coronel e que conta com o apoio do atual presidente Nelson Leal. Já foram pagos os efetivos, os herdeiros, mas os pobres dos comissionados têm sofrido para receber o acordo já homologado e com direito plenamente adquirido. Segundo a rádio corredor, o único empecilho é Graciliano.

Irônico

O senador Otto Alencar (PSD) não perdeu a veia irônica na audiência pública que ouviu o ministro Sérgio Moro, na quarta-feira (19), no Senado. Após o ex-juiz afirmar que não se lembra de ter enviado mensagens a procuradores da Lava Jato, o pessedista pediu a palavra e alfinetou: "Não exijam muito da memória do ministro Moro, ele tem péssima memória: no programa do Bial ele não lembrou a última biografia que ele leu".

Prefeito bandeirinha!

Quem viu, jurava de pés juntos que o prefeito ACM Neto (DEM) estava no jogo da seleção brasileira contra a seleção venezuelana na Arena Fonte Nova. Porém, não estava na arquibancada ou camarote, mas dentro de campo! O chefe do Palácio Thomé de Souza fez um bico de bandeirinha?! É isso mesmo?! Claro que não, mas no vídeo, dê uma conferida, o bandeirinha é igualzinho ao prefeito. O próprio ACM Neto brincou em suas redes sociais. 

Espuma?

Informações de bastidores dão conta que essa história de Leo Prates (DEM) sair do grupo de ACM Neto (DEM) não é nada mais que espuma. Pouca gente aposta nisso. O titular da SEMPRE, dizem, quer mesmo é valorizar o próprio passe. "Jamais ele sairia do lado de Neto", revela uma fonte da coluna. Prates já conversou com comunistas do PCdoB e direitistas do MBL. Em outras palavras, está acendendo vela para Deus e o Diabo. A conferir.

Deu xabu 

Um dos assuntos mais comentados da semana passada foi a ida de Leo Prates para a Secretaria Municipal da Saúde, derrubando o pupilo de João Roma, Luiz Galvão. Deu xabu?

Elevador 

Logo após o evento de inauguração do cerimonial da Igreja da Conceição da Praia, o presidente da Câmara de Vereadores de Salvador, Geraldo Júnior (SD), voltou a pé do largo da igreja até a Praça Municipal. Foi de Elevador Lacerda com a sua equipe, aproveitou para conversar e cumprimentar o povo. Ou foi para economizar ou para já começar a botar a cara na rua com interesses futuros. Será que o edil aproveitou para ver a situação do meio de locomoção de boa parte da população soteropolitana? 

Ninguém solta a mão de ninguém

PSC, MDB, SD e PTB já estão fechados para a eleição de 2020 em Salvador e são remotas as chances do grupo se desfazer até lá. E, pelas conversas de bastidores na Câmara Municipal de Salvador, o grupo tende a crescer.  

Aliados nos extremos

O vereador Geraldo Júnior (SD) tem aglutinado aliados dos extremos. Na sessão ordinária de quarta-feira (19), o edil teceu elogios a Cezar Leite (PSDB) e a Marcos Mendes (PSOL). Ao tucano, Geraldo disse que ele "não é baixo clero". "Estarei sempre ao seu lado", destacou. Já ao psolista, o presidente da Casa disse que tem por ele carinho especial.

Porteira

O vereador Suíca (PT) abriu as porteiras dos insatisfeitos da ala vermelha da base governista de Rui Costa (PT) sobre a atuação de Angelo Coronel (PSD) no Senado Federal. Fez um discurso na CMS dizendo ter se arrependido de ter votado em Coronel, que faz parte da ala azul de Rui. A postura do senador tem desagradado aliados. Outros já começaram a demonstrar a insatisfação, mas em off. 

O pau vai quebrar 

Anote aí: o pau vai quebrar na eleição para o comando do PT. Haverá acirramento no nível estadual, mas no plano local, em Salvador, o bicho também pode pegar. Na seara soteropolitana, muita gente está de olho por causa do pleito eleitoral que bate à porta.

Tudo igual

O governador Rui Costa jogou água no projeto de lei apresentado pelo deputado estadual Capitão Alden (PSL) na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) para aumentar a idade máxima de ingresso na Polícia Militar da Bahia, de 30 para 35 anos. Segundo o chefe do Palácio de Ondina, a proposta não é viável porque, ao ingressar na carreira, os novatos ainda precisam cumprir o tempo de trabalho para atingir o período de contribuição previdenciária.

Recauchutagem

Uma vereadora de Salvador tem chamado a atenção nos corredores do Palácio Thomé de Souza por desfilar com novo visual, um ano antes da eleição. A edil fez uma recauchutagem no rosto e tem recebido elogios por onde anda. Segundo a "rádio corredor", ela fez rinoplastia e, agora, circula com lábios mais avantajados.
 

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

Eduardo Entrevista

Mais Lidas