Na Sombra do Poder

Na Sombra do Poder: o Clube do Milhão

[Na Sombra do Poder: o Clube do Milhão]
08 de Agosto de 2019 às 05:00 Por: Reprodução/ Redes sociais Por: Editoria de Política 0comentários

Clube do Milhão
A Lava Jato colocou na mira o Clube do Bilhão, formado por grandes empreiteiros. Pois bem, eis que, na nossa Bahia surge o Clube do Milhão. É isso aí, milhão mesmo! Ele é formado por meia dúzia de novos “empresários” que se reúnem mensalmente em um hotel na Oscar Freire, no Jardins - bairro nobre da capital paulista – e, de lá, decidem os rumos de alguns projetos de municípios graúdos do Estado da Bahia. Vai de obra da educação, passando pela saúde e merenda escolar. Há quem diga que a turma não poupa nada, nem mesmo licitação para compra de material de limpeza de secretarias municipais. Tá até lembrando aquela turma que foi presa mexendo com licitação no Estado e ficou conhecida como “A turma do Menino Maluquinho”. Cuidado, jovens...

A Tarde em negócio
Uma negociação nos bastidores está prestes a selar a venda do prédio onde funciona o jornal A Tarde por R$ 40 milhões. Uma possibilidade ventilada é que no local será instalada uma unidade da loja Leroy Merlin. Com isso, a redação do periódico vai migrar para o edifício Suarez Trade.

Via Metropolitana
Com a Estrada do Coco nas últimas, a Via Metropolitana virou preferência dos motoristas que sobem o litoral. O trânsito livre e o bom estado da pista contrastam com o estado caótico da circulação na BA-099, que está sob a batuta da CLN - Concessionária Litoral Norte. 

A sala de Deus – Aquele que tudo vê
Um servidor público colocado em posição de comando na estrutura da Justiça baiana lançou mão de um sistema de tecnologia de rede pelo qual conseguia ver tudo o que se passava nos computadores do órgão. A artimanha foi descoberta e vetada, mas volta e meia “Aquele que tudo vê” faz novas tentativas.

Disputa nas origens

Não passou desapercebido no radar dos incendiários da política baiana que a autorização para requalificar a Rua do Curuzu, na Liberdade, teve um toque de provocação do prefeito ACM Neto ao governador Rui Costa. Com a obra, Neto atrai para si um protagonismo na comunidade mais conhecida do bairro onde Rui nasceu e viveu boa parte de vida. Acentua-se que o Curuzu é um dos principais redutos da esquerda em Salvador.

New kids on the block
Tem uma segunda geração de menudos vindo por aí. A pseudoindependência da criatura Bruno Reis do criador ACM Neto tem feito surgir novos pupilos, a exemplo de Luís Galvão, Bruno Barral, Fabrizio Muller... Lista que segue...

Buscando forças do além

Em tempo de corrida pré-eleitoral, toda ajuda é bem-vinda. Bruno Reis, por exemplo, recorreu às forças do além e foi a uma sessão do líder espírita José Medrado encontrar uma mensagem de esperança para a sua saga pelo Thomé de Souza.

Euvaldo fazendo a média

Na mesma sessão, estava o ex-vereador Euvaldo Jorge, fazendo a média com Reis e pedindo bons sinais do outro plano para tentar regressar à CMS.

Vereador boomerang
Tem vereador de Salvador que está sendo acusado de passar cheques “boomerangs”, de panfleteira a motorista. O edil “lascou” vários borrachudos e o prejuízo já passa dos R$ 20 mil. A galera promete ir à porta da Câmara ainda essa semana... Xiiii.

Bons pontos
Contou pontos ao vereador Geraldo Júnior (SD) engrossar o tom e confrontar o procurador do Município, Francisco Bertino, ao expulsá-lo da audiência pública que debateu o projeto de isenção do ISS. Vereadores ouvidos pela coluna apontam como positivo o posicionamento do presidente do Legislativo: “mostra que a Câmara tem pulso e não vai abaixar a cabeça para representantes da prefeitura que acham que mandam”, confidenciou um edil que preferiu o anonimato.

Fogueira das vaidades
Não chamem para a mesma mesa o ex-prefeito Imbassahy, seu pupilo Paulo Câmara, e a ala formada por João Gualberto, Adolfo Viana e Jutahy Magalhães. O ninho tucano está mais rachado do que nunca. Fontes desta coluna afirmam que o cumprimento, que outrora era formal, hoje nem existe mais. A aproximação do ex-prefeito com João Doria em São Paulo teria causado “ciumeira” nos tucanos baianos - o que aprofundou ainda mais a crise. Já tem gente dizendo que, em 2020, o jovem deputado Paulo Câmara deixará o ninho e pousará em uma legenda de centro-esquerda, abrindo namoro com o governador Rui Costa. É esperar para ver.

Que coisa feia, Cajado

Pegou mal a transmissão ao vivo nas redes sociais que o deputado federal Claudio Cajado (PP) fez com o presidente Jair Bolsonaro na última visita dele a Sobradinho. Tentando, ao mesmo tempo, ser engraçado e puxar o saco do mandatário do país, o deputado exagerou na dose e brincou ironicamente com a questão dos nordestinos. Deputados aliados da direita, em contato com esta coluna, ironizaram bastante a ação do ex-demista e atual pepista da base do governador Rui Costa: “o Cajado nunca teve lado mesmo, ele é frente e verso”, contaram e gargalharam. Menos deputado, menos...

AL-BA em ritmo de recesso

Após um mês de folgado recesso parlamentar, a Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) retomou as sessões esta semana com a disposição de um bicho preguiça. Em dois dias consecutivos a sessão caiu porque faltou o quórum mínimo de 21 deputados no Plenário para tocar as discussões.

Retardando
Numa dessas ocasiões, alguns deputados ficaram de prosa na antessala que dá acesso ao plenário e não registraram presença. A indisposição deles retardou a votação do projeto que atende à reivindicação colocada na greve dos professores das universidades estaduais. O texto só foi apreciado e aprovado nessa quarta.  

Ato falho ou premonição?
Durante entrevista a esta coluna, o líder do governo da AL-BA tropeçou nas palavras ao se referir ao prefeito de Salvador, ACM Neto. Rosemberg Pinto chamou o principal adversário político do PT na Bahia de “governador”, ao comentar a fala do democrata sobre as provocações do governador Rui Costa ao Governo Federal. Ato falho ou premonição? Freud explica!

Ato falho mesmo
No embalo das frases prontas e dos elogios previsíveis, teve outro deputado petista que colocou Rui como “o melhor governador da Bahia”, quando, na verdade, o discurso era para aclamá-lo em outro cenário.

Nada objetivo

O deputado estadual José de Arimateia (PRB), presidente da Comissão estadual de Meio Ambiente, Seca e Recursos Hídricos da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), não estava preocupado apenas em mostrar os dados sobre as 13 barragens da Bahia, analisadas em relatório produzido pelo grupo com ajuda de engenheiros. Durante a interminável apresentação de slides, o parlamentar intercalava, entre um número e outro, fotos do grupo com outras autoridades, além do "caminho árduo" que percorreram para chegar aos locais. Até imagem aérea utilizaram. Menos, deputado.

Duas velas
Chama a atenção quando analisamos o placar dos deputados federais baianos na votação do segundo turno da Reforma da Previdência: boa parte dos 24 votos favoráveis são de partidos da base do governador Rui Costa (PT). Acedem uma vela pra Deus e uma pro diabo. Quem é o diabo na história, isso fica a critério do leitor.

Dois pesos e duas medidas
Resta saber qual será o comportamento do governador perante os favoráveis à proposta bolsonariana. O PDT, por exemplo, era demonizado porque tinha um pé na prefeitura de Salvador, principalmente na Câmara, e um pé no Governo do Estado. Muitos governistas utilizavam da passagem bíblica de que alguém não pode servir a dois senhores, a fim de forçarem a escolher um lado da história. E nesse caso específico?

Os do contra cresceram
Outro destaque da votação: o número de baianos contrários cresceu entre o primeiro e segundo turno. Na primeira leva, foram 13 contra e na segunda, 15. Isidório (AVANTE), que votou a favor na passada, votou contra nessa. E Bacelar (PODE), que havia se ausentado na primeira, marcou o voto contra nessa.

Quem perdoa é Deus
A turma do oeste baiano está tirando o couro do prefeito de Luís Eduardo Magalhães, Oziel Oliveira, acusado de viabilizar uma cirurgia plástica na maternidade pública da cidade para a filha do seu braço direito na gestão. Virou piada. Nos grupos de WhatsApp, as mensagens de bom dia sempre vêm acompanhadas da figurinha a seguir.


 

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

Eduardo Entrevista

Mais Lidas