Na Sombra do Poder

Na Sombra do Poder: Os Mentex

[Na Sombra do Poder: Os Mentex]
Por: Reprodução/Divulgação Por: Editoria de Política 0comentários

Os Mentex

O que Bruno Reis, vice-prefeito de Salvador, Geraldo Júnior, presidente da Câmara, e o empresário Wagner Miau têm em comum? Ultimamente andando pela cidade, os três estão sendo conhecidos como 'Os Mentex'. Com dentes novos, desfilando em shoppings e festas baianas, a galera tem perguntado se é dente de verdade, lente de contato ou até mesmo perereca. A turma do Mentex não perdoa. Dizem até que combinaram um pacote promocional com o mesmo dentista.

A loira do TJ II

A sacudida que a operação Faroeste deu no Tribunal de Justiça da Bahia acabou revelando caprichos e delícias que figurões do judiciário gozam sem o menor pudor. A NSP já havia revelado que uma loira da Corte aprontou malas e bateu asas para longe de Salvador assim que a PF foi às ruas. Agora esta coluna descobriu que a bonitona tem uma sala pra chamar de sua dentro de um dos gabinetes vasculhados pelos agentes da PF. Não se sabe ainda que tipo de serviço ela prestava por lá. A PF também quer saber.

O homem do sapato dourado

Um conhecido lobista baiano envolvido em algumas operações recentes foi visto em uma agência bancária usando, literalmente, um sapato de ouro. O jovem rapaz, famoso por ostentar em bares e restaurantes da cidade e da noite paulistana parece que nao aprendeu com os dois "bakulejos" que tomara recentemente e continua a ostentar. De relógios de grife no braço, carros importados e agora lançou essa moda: sapato, literalmente, de ouro.

Empreiteiro lá e low

Um empreiteiro baiano, famoso por atuar no governo e em prefeituras mais abastadas, está conhecido no meio como 'lá e low'. O jovem bate nas duas pontas, corre para um secretário ali, voa para outro aqui e assim vai desenrolando sua obras. Ultimamente ele foi citado como um dos maiores compradores de jóias da loja que fornecia muitas preciosidades para alguns membros da operação Faroeste. Dizem em boca miúda que o rapaz já gastou esse ano mais de R$ 1 milhão em jóias. Para que tanta jóia, hein??

T.E.D

Não bastasse o secretário municipal que vive um affair com a ex-dançarina de pagode, surge agora um legislador de âmbito nacional com a mesma volúpia. O que impressiona neste novo caso é que o dito sedutor, acostumado com éguas e cavalos de raça, vem se utilizando de abordagens galanteadoras bem selvagens. Se no caso do secretário o risco de a patroa descobrir é grande, no do parlamentar a complicação é maior, já que o galanteio é dentro de casa.

Semop em ebulição

Após os ambulantes queimarem pneus e gritarem palavras “doces” contra o secretário Felipe Lucas no bairro de Itapuã, alguns assessores mais próximos do prefeito ACM Neto já comentam que o rapaz pode explodir a qualquer momento do cargo. Considerado por alguns técnicos como um dos calos da gestão Netista, o rapaz vinha se notabilizando por polêmicas com bares, iluminação e guerra com os ambulantes. O pavio do prefeito não é tão longo quanto pensas, jovem...!!

Semop garoando

Salvador ruindo debaixo de um dilúvio e a turma da Secretaria de Ordem Pública de Salvador (Semop) curtindo São Paulo em alta. Dizem que foram se “reciclar” na terra da garoa. Parabéns aos envolvidos. 

Latino, é você?

O pupilo da CMS cansou do look garoto de playground e resolveu apostar em um hairstyle mais ousado. A resenha é que Duda Sanches entrou no salão de beleza confiante de que sairia de lá com a mesma franja do cantor Latino.

Cenas

Das aberrações que o mundo político fornece, eis aí um caso clássico. Em uma única foto temos o vereador Carlos Muniz - que até outro dia detonava o Thomé de Souza - agarrado ao cangote do vice-prefeito Bruno Reis em clima de lua de mel; e os desafetos Carballal e Duda Sanches sorrindo como se a relação entre eles fosse flores. Até outro dia estavam quase saindo nos tapas.

À paisana, com cara de culpado

Passava da meia noite quando um deputado baiano corria esbaforido pelos corredores do aeroporto de Salvador com roupas bem atípicas da rotina parlamentar: uma camiseta amarrotada e uma mochila jogada nas costas. Reconhecido por um dos clientes que passava pelo terminal, o dito cujo gaguejou bastante para dizer seu destino e o que fazia ali naquelas condições. A prosa terminou sem respostas e uma despedida esquisita do deputado que não conseguiu esconder a cara de culpado. Aí tem... 

Adolfo esperneia

Nas últimas semanas o deputado estadual Adolfo Menezes andou esperneando contra uma suposta reeleição do presidente da AL-BA, o deputado Nelson Leal. Fontes próximas ao mandatário da Casa garantem que ele pegou um abacaxi do tamanho do Oeste baiano e que não não seria justo limpar o pau do galinheiro e passar de mão beijada para Adolfo e sua turma. O governador Rui Costa já disse aos mais chegados que não vai se meter na querela. De um lado o bonitão João Leão, do outro o senador Otto Alencar. A briga é boa, mas alguns deputados garantiram a esta coluna que Leal vem levando a melhor pelos quatro cantos da Assembleia.

Antecipando movimentos

Geraldo Júnior, presidente da Câmara de Salvador, e caciques do bloco SD, PSC, PTB e MDB fizeram esta semana o movimento mais estratégico visto até então no jogo eleitoral para 2020. O grupo se antecipou e fez uma caravana para Brasília a fim de garantir a benção nacional das respectivas legendas ao projeto que mira uma candidatura de Geraldo. 

E travando o caminho

O movimento, de certa maneira, trava ou dificulta o caminho que o prefeito e presidente nacional do DEM, ACM Neto, deve percorrer futuramente para fazer costuras federais e evitar debandada regional de legendas que podem dar fôlego à eventual candidatura de Bruno Reis.

Com retaliação

O problema é que chegou ao conhecimento de Brasília que Neto deixou o grupo de oposição na mão, quando decidiu aos 45 do segundo tempo não concorrer a governador da Bahia em 2018 contra a reeleição de Rui Costa, do PT. Com isso, muita gente ficou à deriva e sequer teve tempo de reverter a tragédia que se viu meses depois nas urnas. Muitos deputados não reeleitos foram chorar pitangas nos diretórios nacionais. Aí já viu, né? Retaliação na certa!

Romaria sem Roma

Na romaria por Brasília, a missão Geraldina também fez acenos ao PRB, com direito a foto, reunião e tudo mais com o presidente nacional Marcos Pereira e o estadual Márcio Marinho. Mas quem viu os registros sentiu falta de João Roma, deputado federal recém chegado ao partido dos bispos. No off, a conversa é que ele tá com moral baixa e estaria sendo alijado do núcleo Republicano. Prenúncio de uma saída!?

Silhueta GJ

Geraldo saiu orgulhoso do encontro com o cacique maior do SD, Paulinho da Força, sobretudo com a promessa de ter apoio genero$o caso leve adiante a pré-candidatura a prefeito. Na despedida, porém, o presidente não perdoou a silhueta parruda de GJ. "Deu engordadinha, não foi?"

Encontro apocalíptico

Não passou desapercebido o bate papo de pé de ouvido entre Elmar Nascimento e Aécio Neves na Chapelaria da Câmara dos Deputados esta semana. O baiano é conhecido como "Mensageiro do Apocalipse" e o mineiro dispensa apresentações. Quem passou por perto sentiu cheiro forte de pólvora, dizem as más línguas.

#tbt: Distância segura

Parceiros íntimos em tempos de ouro das gestões carlistas, Antônio Imbassahy e ACM Neto cultivam hoje um amor à distância. Desde que que perdeu a reeleição para federal, o tucano foi procurar abrigo no ninho paulista de João Dória e, pelo jeito, não quer rever antigos irmãos, sobretudo porque se sentiu sacrificado nas urnas com a recusa de Neto em brigar pelo Palácio de Ondina.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

PodCast

Mais Lidas