Na Sombra do Poder

Na Sombra do Poder: sobre Carnaval, política e traquinagens

[Na Sombra do Poder: sobre Carnaval, política e traquinagens]
Por: Ilustrativa/ Divulgação/ Reprodução/ Redes sociais/ BNews/ Arquivo Por: Editoria de Política 0comentários

Carnaval, armário e Insta
Com a chegada do maior carnaval de rua do mundo, alguns deputados e vereadores da terra vêm sendo alertados por assessores e familiares a evitarem as cervejinhas e doses a mais; tudo porque, todo ano, alguém é flagrado com um bofe ou uma piriguete diferente nos circuitos da festa da carne, ou nos eventos que a antecedem. Fim de semana passado, em Praia do Forte, um deputado machão arretado foi embora do Bar do Souza acompanhado de um garoto de programa local. Quem viu a cena no beco ao lado disse que parecia filme pornô... até água gelada jogaram na dupla.

Instituto nitroglicerina de saúde
Vem causando dor de cabeça ao secretário de Saúde da Bahia a ascendência de um instituto de saúde, vulgo OS, nos contratos do estado. Filho de um cacique da política baiana, o dono do império vem faturando mais de R$ 20 milhões por mês em contratos de administração hospitalar. O governador Rui Costa já mandou o Fábio “vida boa" se virar para cortar as asas do menino. Dizem que ele tá se armando até os dentes de olho em 2022... quem será o padrinho?

Torneira fechada
A Embasa tem tido péssimos resultados nos últimos anos e a opinião pública não aguenta mais os problemas criados pela empresa de água da Bahia. O que corre na rádio-peão é que um grupo forte começa a articular a privatização dela ao passo em que a alta cúpula do governo também já começa a admitir a possibilidade. Ligada há anos ao deputado Marcelo Nilo, a administração da companhia já estaria com os dias contados diante do Correria. Parece que vem um tsunami por aí no órgão.

VANCIIDos pelo cansaço
Esse é o real estado dos passageiros que costumam decolar ou aterrissar no aeroporto internacional de Salvador, administrado pela Vinci. Os problemas só pioraram depois da atual concessão. Vai de ar condicionado quebrado aos constantes buracos na pista, impossibilitando pousos e decolagens, prejudicando milhares de pessoas no dia a dia. Realmente, o baiano já começa a se perguntar se não era melhor com a Infraero...VACCI catar...

#tbt custos domésticos

Um #tbt pra lembrar a denúncia da PGR contra Jonga Bacelar, que o fez se tornar réu esta semana no STF. A acusação é que, desde 2007, ele pagava uma empregada doméstica e uma funcionária de sua construtora com recursos públicos da Câmara dos Deputados. Elas chegaram a ser contratadas como secretárias parlamentares, mas nunca cumpriram tal função. Uma hora a casa cai!

Sedur neles
Os camarotes de Salvador pagam taxas altíssimas em projetos, planos de fuga, segurança, estrutura... porém, alguns espertinhos estão montando cacetes armados no circuito Ondina e burlando a fiscalização. A Sedur, sob a irretocável gestão do superintendente Sérgio Guanabara, promete ir pra cima deles. Não vai ficar mirante sobre mirante!

Índio passa a flecha
Corre à boca miúda em Brasília que um índio desgarrado de sua tribo tinha fisgado o coração de uma parlamentar da Câmara Federal. As más línguas dizem que o romance já estaria ultrapassando fronteiras e chegando no sertão. O problema é que a moça é casada e o maridão estaria enfurecido porque não tem armas para lutar com o índio cara pintada. Agora é flecha pra todo lado.

Criador e criatura I
Criador e criatura estão em caminhos diferentes. Semanas atrás, a relação entre o senador Jaques Wagner e o governador Rui Costa sofreu um abalo severo e escancarou divergências que, até então, estavam veladas. A falta de sintonia começou a aflorar publicamente. Durante a sessão especial na AL-BA pelos 40 anos do PT, o mestre de cerimônia chegou a anunciar que os dois entrariam juntos no plenário, tendo a recepção dos deputados. Wagner quebrou a programação, chegou pela sala do cafezinho e acomodou-se na mesa. A entrada triunfal de Rui aconteceu quase duas horas depois do horário inicial das comemorações. 

Pontualidade habitual
A propósito, não faltaram elogios entre o clã petista quanto à pontualidade habitual do governador. 

Criador e criatura II

Na mesa de trabalhos, criatura e criador trocaram poucas palavras e o aperto de mão que se viu, conforme registro do repórter fotográfico Roberto Viana, foi bem esquisito. Dizem as más línguas que a jornada até 2022 pode ser bastante tumultuada se a pomba da paz não descer com urgência sobre o Palácio de Ondina.

Petista Nutella 

Rui Costa fez o tipo 'petista Nutella' na festa do clã da estrela vermelha e apareceu lá com uma gravata lilás. Pelo jeito, esqueceu até a cor do partido. Já tá de saída mesmo, né? Até Nelson Leal, do PP, colocou uma gravata com tons em vermelho em homenagem à legenda. 

Olívia longe da fera

Os bastidores da festa do PT na AL-BA revelaram que alguns descontentamentos continuam latentes. Olívia Santana, por exemplo, ainda lida com a repulsa do governo por não ter sido leal como se esperava na votação da reforma da Previdência. Não quis arriscar, preferiu manter distância segura da fera, digo do governador.

Mas querendo voo solo
Olívia, por sinal, está em pé de guerra com a cúpula do PCdoB porque quer manter, a qualquer preço, sua pré-candidatura à prefeita de Salvador. Os caciques comunistas estão mais flexíveis para compor uma arrumação que está sendo azeitada pelo governador, mas ela quer voar sozinha. A tensão só faz aumentar. A conferir...

Eu sou negão

O novo pedetista Leo Prates afinou o discurso com os movimentos sociais. Até Nelson Mandela citou ao justificar que não é negro, mas defende a causa voltada à negritude. "Mesmo que você me negue, eu faço parte de você".

Diferente
Ainda sobre Leo, a filiação ao PDT só faltou jingle de campanha, porque slogan já tem: ‘É possível fazer diferente’. Conhecedor da prefeitura e da gestão de ACM Neto, já que sempre esteve no grupo, citou algumas "falhas" da gestão netista para dizer que pode fazer "diferente".

Criatura sem o criador

Ao citar ACM Neto no discurso de pré-candidatura... ops, quis dizer de filiação ao PDT, Leo Prates foi cirúrgico: “a esse coração não falta gratidão, mas é o meu momento”. Será que vai mesmo voar sozinho? Dizem as más línguas que tudo não passa de um jogo combinado.

Ovo virado

Parece que o deputado Félix Mendonça está de ovo virado para o governador Rui Costa. Não passou despercebido a forma ríspida que se referiu ao líder do grupo político, durante a filiação de Leo Prates ao PDT.

Gingado topa tudo


Bruno Reis tá fazendo o pré-candidato clássico: faz de tudo, em qualquer lugar, a qualquer momento. A aventura dessa vez foi em uma roda de capoeira. Se ele fizer a campanha eleitoral tal como joga capoeira com calça jeans, pode escrever aí que ele tá eleito. Diferente da performance desajeitada com tambores, o pupilo de Neto meteu ginga, deu rabo de arraia e tudo mais. Tudo pela simpatia popular e pelo apelo do voto.

Filho de peixe...será que é?
Apesar dos frequentes ataques à imprensa nas redes sociais, o deputado Eduardo Bolsonaro foi educado e aberto no trato com jornalistas em sua visita à Salvador para sessão na CMS. Diferente do pai, que normalmente perde a paciência com perguntas que desagradam, o filho 03 do presidente manteve a classe e o bom humor, mesmo com os questionamentos mais indigestos.

Pulou a fogueira
A vida do deputado poderia ser bem mais difícil se a sua visita à CMS fosse após a morte do miliciano Adriano de Nóbrega, homenageado por seu irmão Flávio na Alerj. O ex-Bope foi morto no domingo. Seria inevitável que fosse confrontado a falar sobre o assunto.

Estranho...
Algo muito estranho está acontecendo dentro do PSC em Salvador. A relação dos vereadores Ricardo Almeida e Lorena Brandão com a sigla não está das melhores. E agora circula a informação de que Alberto Braga estaria negociando com o PSL (que negou a informação). Estamos de olho.

MEC fazendo escola na Bahia

O Ministério da Educação não está construindo unidade escolar no município baiano de Amélia Rodrigues. É só uma força de expressão pra dizer que a secretaria local de Educação está seguindo à risca os parâmetros gramaticais do ministério do Governo Bolsonaro e resolveu caprichar nos escritos do material da jornada pedagógica. Entre as pérolas está a palavra "expecificos".
 

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

PodCast

Mais Lidas