Na Sombra do Poder

Na Sombra do Poder: Corre que a polícia vem aí

[Na Sombra do Poder: Corre que a polícia vem aí]
Por: Ilustrativa/ Arquivo BNews/ Reprodução/ Redes sociais Por: Editoria de Política 0comentários

Corre que a polícia vem aí
Os rumores em Salvador dão conta que, ainda no mês de março, a coisa vai ficar preta pelos bairros nobres de Salvador. O camburão da Polícia Federal provavelmente será visto às 5h da manhã acompanhando alguns figurões da pseudo-sociedade baiana. Há quem diga que há gente com a mão suja de petróleo no bolo.

Félix nas cordas
O arranca-rabo entre Geraldo Júnior e Félix Mendonça Jr. começou com uma troca de farpas e se transformou em um massacre de galera. Depois de citar o presidente da CMS em uma nota do PDT, o deputado federal viu um número sem fim de vereadores e personalidades baianas saírem em defesa de Geraldo. Dizem que Leo Prates entrou no circuito para atenuar a sova, mas foi aconselhado por agentes do Thomé de Souza a se distanciar do assunto e deixar o povo falar.

Piada pronta I

A piada pronta da política soteropolitana é ver o líder da oposição, vereador Sidninho, mudar de lado como quem muda de camisa. Da noite pro dia, o rapaz caiu no colo do Thomé de Souza, subiu no palanque de ACM Neto e fez afagos ao mesmo gestor que, meses atrás, detonava no playground da CMS. A "ascensão" ao campo netista foi na assinatura da ordem de serviço em Mata Escura. 

Piada pronta II
A turma da oposição raiz retou! Disseram em nota pública que o futuro ex-líder agiu por puro pragmatismo político, com atitude que "descaracteriza e fragiliza" o bloco. Sidninho até rebateu, mas foi apenas para manter o resto de dignidade. Fato mesmo é que ele já está estreitando laços com amiguinhos da bancada do amém - vide esse close com Duda Sanches. Perdão, bancada governista.

 

Piada pronta III
Quem subiu nas tamancas com a virada de folha de Sidninho foi o vereador Marcos Mendes. O solitário do PSOL propôs até resolver a trairagem no braço: "Sou do diálogo, mas também sou da queda de braço. Se tiver que sair na mão fora daqui, a gente sai também". Façam as suas apostas...

Piada pronta IV
Por outro, a base de Neto valorizou a resenha e não deixou barato. Um dia após a polêmica presença do "infiltrado oposicionista", Bruno Reis fez discurso exaltando a prefeitura no "Iluminando o Nosso Bairro", no Barbalho. Até aí tudo bem. O que não passou despercebido foi a cutucada do vice-prefeito. "Até a oposição reconhece o bom trabalho da prefeitura", disse Bruno, arrancando risos da base. Sidninho virou piada pronta!

Segurança não é piada

Falando em piada pronta, a SSP-BA deu de ombros aos ataques de traficantes na última terça (3), no Calabar. Ao ser indagado pela imprensa, um assessor mandou os jornalistas procurarem a Polícia Militar ou a Polícia Civil. Pode, jovem?

Fanfarrão dos seguranças
Acabou a folia e começou o desespero para receber valores pelos dias trabalhados. Um grupo de cinco seguranças, que fez a escolta de um secretário municipal bastante visado no Carnaval por causa da atuação da sua pasta, procurou a NSP para reclamar que o pagamento de R$ 600, que seria feito dois dias úteis após o Carnaval, ainda não caiu! Até foto com eles o secretário tirou. Será que ele acha que o povo paga as contas com gratidão? Estamos de olho...

Papagaio de pirata

Vamos combinar que a coisa mais relevante nessa selfie do 03 com o Aleluinha é o Pastor Sargento Isidório de papagaio de pirata ao fundo. O vereador saiu de Salvador, venceu os protocolos do Congresso Nacional e, quando finalmente partiu para o registro fotográfico com o fritador de hambúrguer do Planalto, enquadrou involuntariamente o doido. Quem reparou no detalhe disse que podia legendar: a trinca de doidos!

Odebrecht na pendenga
A Justiça de São Paulo decidiu bloquear os R$ 143,5 milhões que a Odebrecht tinha pago a seu acionista e herdeiro Marcelo Odebrecht nos últimos anos. O dinheiro, que teria sido garantido através de ameaças e chantagens, era para mantê-lo colaborando com investigações da Operação Lava Jato e do Departamento de Justiça dos Estados Unidos. Agora resta saber como o magnata vai se virar sem os seus milhões. Será que voltar pro xadrez será uma opção? 
 

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

PodCast

Mais Lidas