Na Sombra do Poder

Na Sombra do Poder: O terror do Big Ben

[Na Sombra do Poder: O terror do Big Ben]
Por: Reprodução/ Redes sociais/ Pixabay/ Divulgação Por: Editoria de Política 0comentários

Menudos do calote
Um trio de menudos que anda pelas festas e restaurantes badalados de Salvador, no afã de ganhar dinheiro rápido, correu para comprar máscaras e testes rápidos a fim de revender à prefeitura de Salvador. A turma, que é muito ligeira, prometeu ao Thomé de Souza que faria a entrega imediata assim que recebesse o material. O Palácio caiu no conto, encomendou, mas até hoje a carga não chegou e ninguém viu. A NSP soube que os gritos do prefeito pelos corredores da prefeitura foram ensurdecedores. Os menudos vão ter que pagar por isso.    

As previsões de Pai Prates
Perdido em meio ao caos da pandemia, o secretário municipal de Saúde, Leo Prates, anda fazendo previsões astronômicas. Em entrevista à Rádio Metrópole esta semana, o jovem gestor previu 900 mortes até junho em Salvador. O número, segundo a Secretaria Estadual de Saúde, está bem distante da realidade prevista para o estado como um todo, que dirá apenas para a capital. Será que Leo está prevendo um futuro apocalíptico?   

O terror do Big Ben

Um conhecido empresário baiano do ramo da saúde partiu para as terras da Rainha há um bom tempo, mas não deixou de aterrorizar o estado. Fontes desta coluna revelaram que ele vem dando algumas cartas, com testes rápidos e exames laboratoriais. Ele ainda mantém por aqui alguns contatos da sua rede, mas o Ministério Público já está devidamente informado. Enquanto isso, o tic tac do Big Ben não para.      

Tem muita lancha no mar
Com a pandemia, alguns prefeitos da RMS estão fazendo a farra com dinheiro público, usando a dispensa de licitação para compra de máscaras, testes rápidos, álcool em gel, etc. Dizem as boas línguas que a polícia já está monitorando-os. Tem muita lancha no mar...

Velho Oeste

Depois da operação Faroeste, o velho Oeste baiano nunca mais será o mesmo. Após a decisão unânime do STJ, nesta quarta, de tornar réus quatro desembargadores do TJ-BA, fontes desta coluna informaram que maus tempos vêm por aí. Há quem diga que alguns advogados e figurões da pseudo sociedade baiana estão sem dormir, não só pela pandemia do coronavírus, mas por causa também dos fantasmas do velho oeste que vão aterrorizar com mais força. Tempos ruins estão por vir.

Goleada chinesa

China 4, Rui 0. Na correria para comprar os respiradores, o governador Rui Costa não vem tendo sorte. A quarta compra foi feita e nada de respirador chegar. O jogo está rolando e o placar está adverso para o Correria. O que está havendo?

Chegou tarde

Enquanto Rui ia com o caju, Alex da Piatã voltava com a castanha. O deputado da região do Sisal já havia apresentado em abril um projeto similar ao que o governador enviou esta semana para a AL-BA, com objetivo de penalizar autores de fake news. O Correria chegou tarde. 

Vaidoso

O senador Angelo Coronel (PSD) vive dias de glória. Desde que assumiu a Presidência da CPMI das Fake News, em agosto do ano passado, ele tem tido destaque nacional, por, como ele mesmo já revelou para interlocutores, ter o poder de "prender o filho do presidente [da República]”. O parlamentar quer participar do máximo de "lives" possível e tem perguntado a todos sobre a sua popularidade.

"Puxão de orelha"
A Coluna apurou que o senador Otto Alencar (PSD) "puxou a orelha" do presidente nacional do partido, Gilberto Kassab, após este citar o nome do parlamentar baiano, entre outros, para a disputa eleitoral de 2022. "Tá virando 'menino'?", disse o líder do PSD no Senado ao paulista. Não é hora de falar de política.

Uma oração seria melhor

No rol dos sectários que orbitam o ocupante do Planalto, eis que surge Abílio Santana, pastor e deputado federal (PL-BA), com um arsenal de máscaras com estampas do JB. É tudo que o parlamentar tem a oferecer... Uma oração seria melhor.

Prezada, não estou à venda

Se pudesse falar, a Constituição Federal poderia invocar a bordão do ex-ministro Sérgio Moro para responder à deputada bolsonarista Bia Kicis que, na democracia, ninguém COMPRA a CF.

Colocando a casa em ordem 

Depois que deixou a Secretaria Municipal de Ordem Pública, o vereador Felipe Lucas resolveu colocar a própria casa em ordem. Os maldosos de plantão vieram dizer que o rapaz é mais prendado lavando pratos do que trabalhando na máquina pública. A provocação não se confirma. 

Banho de água fria
A cada dia que passa, se consolidada a percepção de que a realidade imposta pela pandemia jogou no ostracismo as figuras que começavam a se colocar no jogo eleitoral. O prejuízo é menor para que tem mandato ou exerce alguma função institucional, pois continua a aparecer por força do cargo público, como é o caso de Bruno Reis, vice-prefeito de Salvador. Denice Santiago, pré-candidata do PT, amarga uma baixa expressão por não poder mobilizar apoiadores e visitar comunidades, por exemplo. Tem sido um banho de água fria.    

Cadê Teobaldo?

Em Lauro de Freitas, o bilionário Teobaldo Costa também sumiu do mapa. Alguém até provocou dizendo que a hora de entregar cestas básicas era agora, e não meses atrás como ele vinha fazendo para pescar simpatias e votos.

O povo que lute
Já em Madre de Deus, o vice Jailton Polícia (PTB), que até outro dia despachava politicamente em uma barraca de praia [como mostrou o BNews], caiu de paraquedas na cadeira do Executivo e está batendo cabeça pra tomar pé das coisas. Jeferson Andrade, seu antigo aliado, foi arrancado da prefeitura por força de decisão judicial. Entre a má gestão e gestão nenhuma, o povo que lute!

É o toma lá, dá Car..
O prefeito de Alagoinhas, Joaquim Neto, organizou um “toma lá, dá cá” dentro de casa, mas com dinheiro público. Primeiro, anunciou a doação de 25% do salário (R$ 5,5 mil) para ajudar no combate ao coronavírus, mas logo depois, nomeou a esposa, Carla Reis, para assumir a Secretaria de Comunicação com salário de R$ 12,5 mil. Os números revelam as prioridades!

O corona que nos une

E vejam essa: em Casa Nova, no Norte do estado, o prefeito Wilker Torres (PSB) e o vice Dr. Carlos (PDT) voltaram a se falar. Os pombinhos estavam brigados e disseram que reataram pra lutar juntos contra o coronavírus. Aí tem, viu?

Em tempo: Wilker é aquele que ganhou fama sepulcral pelas bandas do Vale do São Francisco ao prometer ampliar as vagas nos cemitérios.

#tbt do isolamento

E no #tbt desta semana, eis que conseguiram desenterrar esse registro do vereador Hélio Ferreira numa espécie de isolamento das antigas, sentado em grande estilo na cadeira de cobrador dentro de um ônibus.
 

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

PodCast

Mais Lidas