Coronavírus

ACM Neto adia início da terceira fase em Salvador

Dinaldo Silva/ BNews
Prefeito destacou caráter não-essencial de estabelecimentos como cinema e disse que precisa de intervalo maior para analisar impactos da ativação das fases um e dois  |   Bnews - Divulgação Dinaldo Silva/ BNews

Publicado em 20/08/2020, às 10h50   Redação BNews



O início da terceira fase das atividades econômicas em Salvador foi adiado pelo prefeito ACM Neto. Segundo o gestor, ainda não há uma data definida para que clubes sociais, parques urbanos e de diversões, cinemas e teatros sejam autorizados a reabrir as portas.

A prefeitura decidiu pelo adiamento mesmo tendo cumprido os critérios relacionados à taxa de ocupação de leitos de UTI igual ou menor a 60% durante cinco dias e ao intervalo de 15 dias determinado entre as fases. Pelas regras, os estabelecimentos poderiam voltar a funcionar a partir da próxima segunda-feira (24).

ACM Neto explicou que as atividades inseridas na fase três têm caráter não-essencial em relação às outras. De acordo com o prefeito, a decisão parte de um consenso entre os comitês de Saúde municipal e estadual, que avaliam os impactos da ativação das duas primeiras fases.

"O volume de atividades que retornaram depois do início da segunda fase foi muito grande. Tivemos o primeiro teste de final de semana com a segunda fase e estamos acompanhando. Houve, na média móvel, um dia com pico no número de casos que acabou impactando. Estamos examinando a razão disso. É preciso ter mais tempo da fase dois para ter mais segurança do impacto e, consequentemente, mais confiança para ativar a fase três", destacou.

Neto disse ainda que a taxa de ocupação de leitos de UTI está bem administrada. "Não podemos perder isso. Voltamos com as fases um e dois não houve crescimento. Estamos há três dias fechando a ocupação em 54%. No entanto, exemplos mundo afora mostram que os riscos são altíssimos. Vamos acompanhar semana a semana e, assim que houver plena segurança para liberar a fase três, assim faremos", detalhou.

 Autoescolas e dentistas

O retorno das aulas em autoescolas deve ser autorizado a partir da próxima semana. ACM Neto destacou que as aulas teóricas devem ser feitas virtualmente. As práticas, no entanto, deverão seguir protocolos específicos. "Instrutor e aluno devem seguir à risca as regras de higienização, por exemplo. Estamos em conversa com o governo e com o Detran para finalizar os protocolos e autorizar o retorno", disse o prefeito.

O horário de atendimento em consultórios odontológicos e clínicas de estética deve ser ampliado. "Essas atividades retonaram na fase um e vamos flexibilizar o funcionamento com a extensão do horário", sinalizou.

Classificação Indicativa: Livre

FacebookTwitterWhatsApp