Coronavírus

Vacinação obrigatória contra Covid-19 é confirmada na Áustria; Será o 1º país da Europa com medida

Marcelo Camargo/Agência Brasil

Vacinação obrigatória no país aconteceu depois do lockdown total na Áustria

Publicado em 16/01/2022, às 19h20    Marcelo Camargo/Agência Brasil    Redação

Os austríacos terão de ser vacinados obrigatoriamente a partir de fevereiro. O chanceler da Áustria, Karl Nehammer, afirmou que o morador que se recusar a se imunizar, terá de pagar multas elevadas, chegando até 3,6 mil euros.

VEJA MAIS SOBRE CORONAVÍRUS

Apesar da obrigação, a medida será aplicada apenas para os maiores de 18 anos. O chefe de Governo conservador afirmou que a medida é de risco, mas está de acordo com a lei. “É um projeto sensível, mas conforme à Constituição”, afirmou o chanceler durante uma coletiva de imprensa. 

Organização Mundial da Saúde afirma que Ômicron vai proliferar mais

O diretor Hans Kluge, da  Organização Mundial da Saúde (OMS) na Europa, afirmou que a variante Ômicron deve proliferar mais ainda com a metade da população europeia. 

“Nesse ritmo, o Instituto de Métricas e Avaliação em Saúde prevê que mais de 50% da população da região será infectada com Ômicron nas próximas seis a oito semanas”, comentou.

E, devio ao aumento significativo, principalmente entre as pessoas que não foram se vacinar de acordo com o calendário de imunização, a Áustria decretou lockdown para toda a população ainda em novembro de 2021, sendo o primeiro país da Europa Ocidental a voltar com confinamento 100% nacional.

O país já enfrentava a quarta onda de pandemia e teve de tomar medidas drásticas para evitar situações piores. “Ninguém quer um lockdown. Um lockdown é um último recurso, um instrumento agressivo, é sempre uma imposição, mas é o instrumento mais confiável que temos para impedir essa quarta onda”.

Siga o BNews no Google Notícias e receba os principais destaques do dia em primeira mão.

Classificação Indicativa: Livre