Justiça

Aras diz que vai encaminhar relatório e provas da CPI da Covid ao STF

Pedro Ladeira/Folhapress

Publicado em 23/11/2021, às 23h21    Pedro Ladeira/Folhapress    Redação Bnews

O procurador-geral da República, Augusto Aras, revelou nesta terça-feira (23) que pretende encaminhar o relatório e as provas da CPI da Covid ao Supremo Tribunal Federal (STF).

"Eu pretendo compartilhar todo esse material com o Supremo Tribunal Federal. Nada do que o Senado, nada do que a CPI do Senado – que já foi extinta, é bom que se diga, ela não existe mais. Nada do que foi encaminhado à PGR ficará na PGR, tudo será remetido para a Suprema Corte", disse Aras, em entrevista à GloboNews.

Ainda de acordo com Aras, o envio à Corte terá como objetivo fazer com que o STF “exerça o papel ou a função relevante de controle de legalidade”. 

"Existem inúmeras provas submetidas à reserva de jurisdição. O MP não pode quebrar aquilo que se chama de cadeia de custódia em certas provas, que estão reservadas à decisão judicial", declarou Aras.


Aras afirmou que a PGR preservou “até aqui todas as questões de legalidade”. “E uma delas é ter o Supremo Tribunal Federal acompanhando todas as investigações, especialmente no que toca ao exame e à análise da reserva de jurisdição", concluiu. 

Em nota, a PGR afirmou que Aras “vai se manifestar sobre o relatório da CPI da Covid no dia 27 de novembro”. 

Classificação Indicativa: Livre