Justiça

Caso de polícia: ex-mulher de Edilson "invade" casa de ex-jogador

Imagem Caso de polícia: ex-mulher de Edilson "invade" casa de ex-jogador

Procurador do empresário diz Ivana trocou as fechaduras da residência em Guarajuba

Publicado em 30/03/2013, às 10h26        Redação Bocão News (Twitter: @bocaonews)


O ex-jogador Edilson da Silva Ferreira, mais conhecido como Edilson "Capetinha", e a ex-esposa dele, Ivana Maturino Solon, não se entendem. Agora vem a público uma velha briga  entre os sócios da ED Dez Produções e Promoções, responsáveis pelo Broder, que protagonizaram um desentendimento no Carnaval desse ano.

Na tarde da última quinta-feira (28), por volta das 15h, enquanto o empresário estava em seu estúdio escolhendo o novo vocalista do grupo de pagode Oz Bambaz, a casa de Edilson, localizada no Condomínio Paraíso, em Guarajuba, na cidade de Mata de São João, região metropolitana de Salvador, era invadida pela ex-companheira dele.



De acordo com o procurador do ex-jogador, Eduardo Pereira, essa é a segunda vez que Ivana descumpre uma ordem judicial. "Pela segunda vez ela (Ivana) faz isso. Eu estava no estúdio com Edilson quando a gente recebeu uma ligação da administração do condomínio, informando que Ivana tinha invadido a casa", disse ao Bocão News.

 Na residência, Eduardo relatou que encontrou duas empregadas domésticas limpando a casa, e chegou a "flagrar" Ivanaem uma cena inusitada. "Cheguei e já encontrei dois policiais militares no local. As empregadas estavam limpando a casa, e perguntei quem tinha mandado, disseram que foi Ivana, que eu flagrei pulando a janela. Chegou a mentir para a polícia, dizendo que Edilson tinha autorizado ela ficar na casa durante o final de semana. Liguei para ele, coloquei no viva-voz e Edilson negou o fato", descreveu o procurador ressaltando que não conseguiu entrar na casa porque Ivana trocou as fechaduras da residência. À reportagem, o procurador disse já existe uma queixa contra Ivana na delegacia de Monte Gordo: "só fizemos formalizar o caso, atualizando, porque ela descumpriu a determinação".

Segundo Eduardo, desde setembro de 2010 que Ivana está lesando o ex-atleta, alugando os imóveis dele sem autorização. "Ela alugou sem o consentimento de Edilson um espaço na avenida Marques de Leão, que fica na Barra, onde funciona o Salão de Beleza Maria Bonita. Alugou também dois apartamento que ficam no Matatu de Brotas, no edifício Arturo, e outro no Costa Azul, no edifício Mirantes Dunas. Soma-se ainda duas salas alugadas no edifício Catabas, na avenida Tancredo Neves, e uma unidade no Ondina Apart Hotel, além dessa casa em Guarajuba", revelou.

A advogada de Edilson, Carla Simões, já entrou com um pedido de reintegração de posse de todos esses imóveis.

Publicada no dia 29 de março de 2013, às 15h30

Classificação Indicativa: Livre