Economia

Braskem não participa de discussões da Novonor sobre venda a fundo americano

Divulgação/Braskem

Posicionamento ocorre após a veiculação de notícias a respeito de uma proposta para a compra da Braskem

Publicado em 09/05/2022, às 16h46    Divulgação/Braskem    Redação

Empresa brasileira do setor petroquímico, a Braskem comunicou ao mercado que não é parte de eventuais discussões da Novonor (ex-Odebrecht) sobre a venda da companhia. O posicionamento ocorre após a veiculação de notícias a respeito de uma proposta para a compra da Braskem apresentada pelo fundo americano Apollo Capital.

A empresa do setor petroquímico afirma ter solicitado esclarecimentos à Novonor, que reforçou suas manifestações anteriores. De acordo com a antiga Odebrecht, até o momento não houve evolução em qualquer alternativa relacionada a alienação de sua participação na Braskem.

Leia também: Pix bate novo recorde de transações diárias, com 73 mi de transferências

Segundo noticiado à época pelo jornal Valor Econômico, a Apollo Capital fez, no mês de abril, uma oferta não-vinculante de R$ 44,57 por ação para a Novonor, em uma operação que levantaria R$ 13,6 bilhões com a venda de 38,8% do capital da petroquímica.

A proposta, conforme a coluna do jornalista Lauro Jardim, do "O Globo", incluiria o fechamento de capital da Braskem na B3 e, posteriormente, a abertura na Bolsa de Valores de Nova York.

Siga o BNews no  Google Notícias e receba as principais notícias do dia em primeira mão!

Classificação Indicativa: Livre