Economia e Mercado

Banco Inter chega a um milhão de clientes e pincela planos agressivos para o futuro

[Banco Inter chega a um milhão de clientes e pincela planos agressivos para o futuro]
24 de Setembro de 2018 às 18:10 Por: InfoMoney Por: Redação BNews

O Banco Inter realizou um evento em sua sede nesta segunda-feira (24) para acompanhar a chegada à marca de 1 milhão de correntistas em mais de 5.100 municípios. De acordo com o site InfoMoney, no último balanço, apresentado no segundo trimestre deste ano, o número estava em 740 mil. 

Conforme a publicação, em abertura de contas para a Pessoa Jurídica, onde o banco começou bem depois, o número de correntistas é bem inferior: atualmente em 30 mil. A tendência, segundo os executivos da empresa, é atingir cerca de 10% do número de correntistas pessoa física - ou seja, cerca de 100 mil. 

Mas o crescimento está longe de acabar. “Com a estrutura que a gente tem hoje, a gente está confortável para atingir 2 milhões de correntista”, diz o CEO da empresa, João Vitor Menin, citando estrutura de capital, humana e física.

Histórico de “foguete"
Com foco desde cedo em crédito, especialmente o imobiliário, frente na qual possui 50 pontos de atendimento atualmente, o banco nasceu há mais de duas décadas como Intermedium. Em 2014, iniciou a mudança para se tornar um banco de varejo totalmente digital, e hoje tem todas as operações de um banco tradicional, inclusive poupança, e é o único banco no Brasil que possui toda a operação em nuvem. 

Crédito imobiliário e com lastro em imóvel
Atualmente, cerca de 60% das receitas de crédito do Inter vêm do imobiliário. Segundo os executivos, uma das grandes apostas para o futuro vem de empréstimos com garantia de imóvel, um mercado que ocupa 30% da carteira imobiliária nos EUA e que barateia expressivamente a tomada de crédito. 

As taxas de crédito para compra de imóveis também devem baixar para ficar cada vez mais competitivas com grandes bancos. Foi para ajudar no funding, aliás, que criou-se a Poupança do banco. Junto à ela, possibilitou-se a chegada de um novo produto de crédito imobiliário aos clientes Inters, que já oferece taxas de juros mais baixas para competir mais agressivamente.

Crescimento, eficiência e bolsa de valores
Para crescer com eficiência, é necessário ter lastro. Em uma empresa cujo mote é atendimento ao cliente, crescer mais que o suportado poderia ser um tiro no pé. Sucesso absoluto na bolsa nos últimos dois meses, a ação do banco mais que dobrou desde o IPO em abril. Nesta seguda, após a marca do 1 milhão, subiu mais 2,60% ante queda de 1,84% do Ibovespa. 

Expansão
Menin assume que existe a possibilidade de crescimento para outros países da América Latina. “Esse é um movimento natural para negócios digitais. A gente está estudando, sim, isso, mas a gente não vai fazer isso de maneira abatalhoada”, diz o CEO. Segundo ele, não estão definidos os locais para esta expansão e nem as datas, há apenas conversas. 

Novos meios de pagamento
O pagamento com QR Code é uma grande aposta de corte de custos para quando sair de casa sem cartão de plástico realmente for uma tendencia. Segundo Menin, um dos principais custos para o banco é justamente a fabricação do cartão. Neste sentido, ele acredita em uma cooperação entre bancos digitais e clientes (pequenos varejistas, por exemplo) na criação de novos meios de pagamento para diminuir o impacto das taxas cobradas pelas adquirentes.

Próximos passos
Ainda para este ano, o foco em novos produtos para a empresa está principalmente em serviços financeiros - como novos produtos de investimento.

Enquanto o crescimento do banco e o próprio IPO permitem a tomada de crédito sem a necessidade de pagar altos juros, Riccio garante que existe uma busca pela remuneração justa para o cliente. No passado, após solicitado, o Banco Inter chegou a aumentar simbolicamente a remuneração de um CDB de 99% para 100% do CDI. "A gente tem conseguido entregar uma redução de custo de funding relevante para oferecer a taxa de forma competitiva na parte de crédito. Mas acho que a gente vai estar sempre trabalhando nesse equilíbrio”, diz o VP. 

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar