Economia e Mercado

Sócio da GWI, gestor coreano Mu Hak You é inabilitado, mas avança sobre a Gafisa

[Sócio da GWI, gestor coreano Mu Hak You é inabilitado, mas avança sobre a Gafisa]
25 de Setembro de 2018 às 11:17 Por: Fabiano Cerchiari/Valor Por: Redação BNews

O gestor coreano Mu Hak You, sócio da gestora GWI, sofreu uma derrota em processo sobre sua habilitação para administrar investimentos de terceiros. Mas, segundo a mídia especializada, nem isso deve atrapalhar sua estratégia para assumir a administração da incorporadora Gafisa, sobre a qual segue avançando.

O Conselho de Recursos do Sistema Financeiro Nacional, conhecido como "conselhinho", decidiu manter a inabilitação de Mu Hak You, em votação de recurso contra decisão da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), conforme duas fontes. Em maio do ano passado, a CVM inabilitou You como gestor profissional de carteira de valores mobiliários por cinco anos e multou a GWI em R$ 7,58 milhões. You e a GWI recorreram ao conselhinho no mês seguinte e o julgamento aconteceu no dia 20, quinta-feira passada.

A penalização foi por You ter feito operações a termo com ações da Marfrig em 2011 acima do que era permitido no regulamento dos fundos. O julgamento aparece na pauta do conselho do dia 20 de setembro, mas o relatório da decisão ainda não é público. Na consulta ao andamento do processo, no entanto, há registro de "recursos voluntários desprovidos" na data do julgamento. A GWI não retornou às solicitações de entrevista. O escritório Mattos Filho, que advogou para You e GWI, não comentou.

A inabilitação do gestor como administrador de carteiras de investimento não altera sua estratégia e da gestora GWI na incorporadora Gafisa, apurou o Valor. You está na chapa proposta pela GWI para o conselho de administração da Gafisa, o que será votado em assembleia extraordinária de acionistas nesta terça-feira. Segundo uma fonte, ele não pretende sair da chapa e não há restrição para que seja eleito.

Procurado, o advogado André de Almeida, sócio do Almeida Advogados, que assessora a GWI na estratégia na Gafisa, confirmou. "São questões distintas. A inabilitação de gestão de carteira não inabilita para administração de companhia aberta", afirma.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar