Economia e Mercado

Pix: BC divulga novas funcionalidades e afirma que haverá cobrança de taxas para pessoas jurídicas

[Pix: BC divulga novas funcionalidades e afirma que haverá cobrança de taxas para pessoas jurídicas]
24 de Novembro de 2020 às 13:55 Por: Reprodução / Banco Central Por: Redação BNews

O novo sistema de pagamento e transferência do Banco Central vai permanecer gratuito e sem taxa para pessoas físicas, de acordo com os chefes do Departamento de Competição e Estrutura do Mercado Financeiro do Banco Central, Breno Lobo e Eduardo Bandt, em debate na manhã desta terça-feira (24), no evento “Money Week”. 

Entre as novas funcionalidades, o Pix vai poder ser retirado em modo físico no comércio, junto com a compra. Segundo Brandt, essa nova função vai ajudar os comerciantes a não ficarem suscetíveis a assaltos e diminuir a necessidade de contratar transporte para o dinheiro. Outra novidade seria o QR Code Offline, que ajuda os usuários a iniciarem um pagamento sem internet. Outra funcionalidade é o PIX Agendado, ajudando a pessoa a agendar os pagamentos. Os chefes ainda falaram que o banco estuda o pagamento por aproximação, débito automático, uso da tecnologia como Bluetooth, entre outros.

Brandt afirmou que o Banco Central não tem a intenção de tarifar o sistema futuramente para pessoas físicas. “O uso para envio de um Pix, em qualquer situação, é sempre gratuito. E essa política certamente vai continuar, uma política que tem como objetivo fazer com que as pessoas de fato utilizem o Pix, tenham acesso a esse instrumento eficiente, barato, e que elas possam utilizar o Pix de forma gratuita”, explicou.

Entretanto, o chefe de departamento disse que, para pessoas jurídicas, haverá cobranças a partir do próximo ano, mas que será com um valor bem abaixo do mercado. “As Pessoas Jurídicas são sujeitas à tarifação em alguns casos quando enviam um Pix, em outros casos quando recebem um Pix. Essa tarifação, esse preço que será cobrado das empresas, nós esperamos e vamos acompanhar com muita proximidade a dinâmica de formação de preços junto às empresas, porque um dos objetivos do BC é a redução de custos com operações de pagamentos. Então mesmo quando tarifados, a ideia é que seja mais barato do que o que acontece nos meios de pagamento utilizado atualmente. É objetivo do BC reduzir custos e criar um melhor ambiente de negócios e garantir uma melhor eficiência econômica”, reiterou.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar