Economia e Mercado

Rede de lojas TNG protocola pedido de recuperação judicial após dívida de R$ 250 milhões

[Rede de lojas TNG protocola pedido de recuperação judicial após dívida de R$ 250 milhões]
22 de Maio de 2021 às 17:06 Por: Reprodução/Redes sociais Por: Redação BNews

A rede de lojas de roupas TNG protocolou na última sexta (21) um pedido de recuperação judicial após dificuldades agravadas pelo fechamento de lojas em decorrência da pandemia. De acordo com a Folha, o presidente da empresa Tito Bessa Jr. afirma que a dívida é de aproximadamente R$ 250 milhões.

Se a Justiça aprovar o pedido da rede de lojas, a empresa terá 60 dias para apresentar um plano.

As unidades ficaram fechadas por 150 dias em 2020 e por 50 dias neste ano, em razão das medidas de restrição adotadas por Estados e municípios para conter a propagação da Covid-19.

"Não nos restou outra opção a não ser buscar uma proteção legal com o intuito de reestabelecer nosso fluxo de caixa para que possamos operar normalmente e preservar empregos, evitando que ações de execução e outras constrições inviabilizem nossa capacidade de operar", afirmou Tito Bessa Jr., presidente da empresa, em comunicado.

A empresa atua no mercado brasileiro há 37 anos e havia intensificado sua atuação nas vendas online, mas a baixa demanda, os custos e a elevação do dólar tornaram a missão mais difícil.

Em comunicado, o empresário também destacou que a recuperação é uma grande oportunidade de voltar a crescer, uma etapa "necessária e imprescindível". "Temos uma marca democrática com presença e prestigio nacional e acreditamos que tal medida trará o equilíbrio que se faz necessário para aproveitarmos a retomada da economia."

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar