Salvador

Inadimplência das famílias é a maior dos últimos sete anos em Salvador

[Inadimplência das famílias é a maior dos últimos sete anos em Salvador]
Por: Agência Brasil Por: Redação BNews 0comentários

O endividamento das famílias em Salvador registrou em julho 65,6% diante dos 64,1% do mês anterior, de acordo com a Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (PEIC), da Fecomércio-BA.

A inadimplência atingiu o maior patamar dos últimos setes anos, ao passar de 28,7% em junho para a taxa de 30,2% em julho. Ou seja, três a cada dez famílias não conseguiram pagar a dívida até a data do seu vencimento.

“O aumento do endividamento em condições normais é saudável, quando as famílias possuem renda para quitar os compromissos. Porém, não está sendo o caso atual. São 280 mil famílias na capital nesta situação, um aumento de 125 mil em apenas quatro meses”, explicou o consultor econômico da Fecomércio-BA, Guilherme Dietze.

O economista disse ainda que o percentual daqueles que já dizem que não terão condições de pagar a dívida em atraso, mesmo após o fim da pandemia, subiu para 13,6%, maior percentual apurado desde junho de 2012. Atualmente, são 126 mil famílias nessa situação mais crítica.

A pesquisa mostrou também que o tipo de dívida mais frequente continua sendo o cartão de crédito com 92,7%. Apesar do histórico da taxa ser bastante elevado, o atual percentual se situa próximo da máxima histórica de 95,8%, vistos em janeiro deste ano.

A modalidade tem uma das mais altas taxas de juros do mercado, de 244% ao ano, segundo o Banco Central. Para Guilherme Dietze, outro dado que preocupa na pesquisa é que o percentual da renda comprometida com a dívida chegou aos 38,1%, maior relação desde 2012.

É considerado como saudável o percentual próximo a 30%. “Mesmo com uma melhora gradual no mercado de trabalho, as famílias ainda vão estar com a corda no pescoço, tendo que renegociar débitos anteriores, para abrir a capacidade de consumo no futuro”, explicou.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

PodCast

Mais Lidas