Eleições

MBL "detonou" Zé Ronaldo um dia antes da escolha de vice, filiada ao movimento

BNews

"A confiança em Zé Ronaldo é tão alta que ninguém aceita ser seu vice. E aí, como confiar em quem elogiou Ciro Gomes?", postou o movimento nas redes sociais

Publicado em 03/08/2018, às 16h58    BNews    Henrique Brinco

O Movimento Brasil Livre (MBL) criticou duramente o pré-candidato Zé Ronaldo (DEM) nas redes sociais um dia antes de ele anunciar a médica Monica Bahia, integrante do movimento, como vice na chapa majoritária ao Governo da Bahia. "Confiança zero!", escreveu o grupo político na legenda de uma imagem com o democrata, no Facebook.

Em um card intitulado "Nãos!", publicado às 13h28 dessa quinta-feira (2), o movimento ressalta as dificuldades de o aliado do prefeito ACM Neto (DEM)  conseguir apoio. "A confiança em Zé Ronaldo é tão alta que ninguém aceita ser seu vice. E aí, como confiar em quem elogiou Ciro Gomes?", questiona a postagem, fazendo alusão a uma articulação entre Neto e o presidenciável para uma possível aliança (que acabou não vingando).

Procurado pelo BNews, Siqueira Costa Jr., coordenador do MBL Bahia, minimizou o caso e afirmou que o movimento continuará tecendo críticas independentes – estando ou não na base democrata. “A crítica é construtiva. Chegamos e dissemos ‘isso aqui a gente não concorda’. O MBL tem uma pauta e tem uma postura muito independente. O [vereador] Fernando Holiday, do DEM em São Paulo, era da base de João Dória e sempre o criticou”, diz.

“Toda vez que tiver uma incoerência de acordo com o nosso pensamento e ideologia, a gente vai criticar. O MBL nunca vai dizer amém para tudo e nem para todos. ACM Neto esteve no nosso Congresso no ano passado. Foi lá e prestigiou a gente. Nós estávamos em uma campanha ferrenha contra o aumento do IPTU. Foi o único grupo da Bahia que fez isso. Nem os partidos políticos da oposição fizeram isso”, completa.

Classificação Indicativa: Livre