Eleições

Candidato a deputado federal, Popó diz não ter ‘ressentimento’ por ser preterido da chapa de Rui

Adenilson Nunes/BNews

Ex-pugilista afirmou neste domingo (9) que quer ser o parlamentar mais novo pela Bahia

Publicado em 09/09/2018, às 18h44    Adenilson Nunes/BNews    Henrique Brinco e Alexandre Santos

O ex-pugilista Acelino Popó Freitas, candidato a deputado federal pelo PDT, afirmou neste domingo (9) não ter "ressentimento" por ter ficado de fora da chapa do governador Rui Costa (PT), postulante à reeleição. Em junho, Popó havia anunciado que disputaria uma cadeira no Senado, mas acabou recuando.

"Sou candidato a deputado federal e estamos aí. Não ficou ressentimento. Na vida a gente só aprende, e foi um aprendizado muito grande. A não ida ao Senado foi um grande aprendizado. Ficou uma vontade muito grande de me tornar o mais novo deputado federal pela Bahia. Mais um mandato, se Deus quiser. E é mais uma causa nova", declarou ele ao BNews durante a 17ª Parada do Orgulho LGBT da Bahia, realizada no Campo Grande, em Salvador.

No evento, Juan, filho de Popó, foi homenageado com o troféu "Honra ao Mérito da Diversidade Cultural LGBT", o que o deixou emocionado. "A gente deve respeitar a orientação de cada um. A gente viver num país com maior diversidade para tudo, de crença, de cor, de raça. Se a gente não tolera, pelo menos respeite. Tenho amor incondicional pelo meu filho. A gente passar a gostar, estudar mais e ter mais amor quando a gente passa em casa", disse o ex-boxeador.

Classificação Indicativa: Livre