Eleições 2020

Wagner diz que eleição é imprevisível e alfineta aliança entre Ciro e ACM Neto

[Wagner diz que eleição é imprevisível e alfineta aliança entre Ciro e ACM Neto]
Por: Arquivo BNews Por: Redação BNews 0comentários

O senador Jaques Wagner (PT) disse em entrevista a Mário Kertész, nesta terça-feira (15), que as eleições deste ano trazem uma série de dúvidas em razão da pandemia. Por isso, ele prefere não arriscar como será o desempenho de candidatos de esquerda e de direita. "Óbvio que tem um processo de cansaço e todo mundo sabe que a população quer renovar. Aqui no Nordeste é diferente porque temos boas opções. Essa eleição é difícil de prospectar por causa da pandemia. Vamos entrar no pleito sem um comício e mudanças na propaganda eleitoral. Tem a questão do desemprego. Então, a cabeça das pessoas está em outro mundo", desenhou.

Wagner criticou a política econômica do governo Bolsonaro. "O Brasil tem 52% da população economicamente ativa sem ocupação. O governo brasileiro virou tapete para americano. O moço daqui resolve importar sem cobrar. Tô questionando o TCU. É um governo de crime contra a economia nacional", acrescentou. O senador definiu o comportamento do Congresso Nacional em relação ao governo federal. "A maioria do parlamento é partido de governo. O presidente se acertou com o chamado Centrão. O DEM aqui finge que não é, mas lá tem dois ministros. O cara dá milho pro pessoal e o pessoal vai votando. A oposição fica com os partidos de esquerda. Conseguimos aprovar Fundeb e R$ 600 contra a vontade do governo. Depois, ele gostou e entrou no populismo. O que ele e Paulo Guedes vão deixar na Economia é um rastro de destruição", disse Wagner.

O petista aproveitou para alfinetar a aliança entre o PDT e o DEM na disputa pela prefeitura de Salvador com vistas a repetir a costura em âmbito nacional. "Ciro Gomes está entrando numa viagem que não sei se chega ao fim achando que se une ao DEM pra fazer frente ao Bolsonaro. Quem vai chegar do outro lado será candidato de centro-esquerda. Ciro viaja em contexto de centro-direita. É uma canoa furada. O DEM está com todos os pés dentro do governo Bolsonaro", disparou.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

PodCast

Mais Lidas