Entretenimento

Cineasta baiano vai à Venezuela tentar mostrar realidade no país

Dado Galvão e o fotógrafo paraibano, Arlen Cezar, pretendem viajar para a Venezuela em novembro

Publicado em 17/07/2015, às 17h33        Redação Bocão News

O cineasta baiano Dado Galvão, que fez um excelente trabalho sobre o caso do senador Molina, trazido ao Brasil em operação isolada do diplomata Eduardo Saboya após ficar mais de um ano confinado na embaixada brasileira de seu país, volta à tona com um projeto humanitário, desta vez na Venezuela, de acordo com informações do colunista da Veja, Rodrigo Constantino. 
"Pretendemos dialogar com venezuelanos (as), como cidadãos e cidadãs integrantes do MERCOSUL, especialmente os jovens, observar, colaborar e documentar através das linguagens audiovisual (documentário), fotografar, o cotidiano pré e pós-eleições, anunciadas pelas autoridades da Venezuela para o dia 06 de dezembro de 2015", disse ao colunista.
Ainda segundo a publicação, Dado Galvão e o fotógrafo paraibano, Arlen Cezar, pretendem viajar para a Venezuela em novembro. "Iniciamos nossas atividades de divulgação nas redes sociais e estamos pedindo ajuda para que seja possível viajar com tranquilidade financeira", disse. Confira o vídeo promocional.

Classificação Indicativa: Livre