Entretenimento

País é obrigado escutar e aplaudir um único gênero, diz Emicida sobre sertanejo

[País é obrigado escutar e aplaudir um único gênero, diz Emicida sobre sertanejo]
28 de Maio de 2017 às 09:22 Por: Redação BNews

Um dos principais nomes brasileiros do rap, o cantor Emicida tece duras críticas à indústria cultural por fabricar "mais do mesmo". Em entrevista ao portal G1, o artista afirmou que o modelo adotado pela indústria "exclui muito da produção cultural do Brasil e faz com que a diversidade de um país como o nosso vá pelo ralo".

"Acho contraditório que a gente tenha trilhado um caminho com Jair Rodrigues, Elis, Tom, Pixinguinha, Pena Branca e Xavantinho, Racionais, Caetano, Gil, Tom Zé… e, de repente, chega um momento em que o Brasil inteiro é obrigado a escutar e aplaudir um único gênero", avaliou, fazendo referência ao sertanejo, que ocupa os principais rankings de mais tocadas no país.

 

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar