Entretenimento

Apresentador revela que já pagou 'táxis de R$ 15 mil' para ter relações com panicats e atrizes

"O táxi era muito caro, né? Era R$ 15 mil de táxi. Elas moravam muito longe", afirmou o apresentador

Publicado em 01/11/2017, às 11h46    Divulgação    Redação BNews

O jornalista Jorge Kajuru comentou assuntos polêmicos em entrevista ao portal UOL Esporte. Na ocasião, ele afirmou que já se relacionou com panicats, assistentes de palco do programa "Pânico na Band". Segundo Kajuru, ele presenteou muitas mulheres com o salário que já chegou a cerca de R$ 350 mil.

"O que eu dei de joia para mulher na Band, no SBT. Eu ganhava um dinheiro, que eu não tinha noção. Eu cheguei a ganhar R$ 250 [mil], 300 [mil], 350 [mil]. O menor salário meu em televisão foi na Rede TV!, com R$ 120 mil. Imagine isso naquela época. Então, o meu negócio era dar presente. O que panicat ganhou de presente do Kajuru, minha Nossa Senhora", disse o jornalista.

Questionado com quantas panicats ele já se relacionou, Kajuru foi direto. "Muitas, evidente. Você queria que eu ficasse com quem? Feio, com essa lata? Só escolhia coisa de alto nível", falou.

Ele ainda acrescentou dando a entender que os encontros, na verdade, tratava-se de programas. "O táxi era muito caro, né? Era R$ 15 mil de táxi. Elas moravam muito longe... E não era só panicat, era gente do meio de TV, porque em São Paulo tem uma mulher que é agenciadora de atrizes de televisão, essas atrizes mais novas que estão chegando. Você liga pra ela, ela fala: ʹQuem você quer, Kajuru?ʹ, aí eu digo ʹtipo aquelaʹ. Então vai aquela pra você. Eu adoro, porque você fica um dia ou dois com ela, gasta um dinheiro, sai, bebe, fica num bom hotel, numa baita suíte e, no terceiro dia, elas jamais te telefonam, elas não te procuram mais. Você quer relação melhor do que essa?", revelou.

Classificação Indicativa: Livre