Entretenimento

Phellipe Haagensen é acusado de racismo e ameaças de morte por ex-assessora

[Phellipe Haagensen é acusado de racismo e ameaças de morte por ex-assessora]
Por: Divulgação Por: Folhapress 0comentários

Luana Safire é ex-assessora e amiga de Phellipe Haagensen, 35, e usou o Instagram nesta sexta-feira (9) para denunciar ameaça de morte feita a ela pelo ator. Segundo Safire, o participante da 11ª edição de A Fazenda ficou nervoso porque ela defendeu Hariany Almeida após episódio de assédio que a peoa sofreu por parte de Haagensen.
 
"Eu não posso ser ameaçada de agressão e morte, pois defendi uma mulher que se sentiu violada em sua intimidade por um beijo sem consentimento. Não posso perder minha paz com uma tentativa de violência psicológica por não apoiar a atitude de um amigo (até então), que cometeu uma infração grave", escreveu Safire na rede social. 

A ex-amiga do ator afirmou, ainda, que ele a chamou de "filha da p*, de vaca preta" e disse que "não gosta de mulheres negras, pois elas são folgadas". "Não posso prosseguir com alguém que não quer evoluir, só pensa em viver em uma vida fútil que o Bené proporciona", disse, em referência ao personagem que Haagensen interpretou em "Cidade de Deus" (2002). 

Em seus stories do Instagram, Safire compartilhou a imagem de uma conversa com o ator em que ele a chama de "maldita", "mentirosa", "vaca preta" e diz que vai cortar sua língua. A ex-assessora também acusou Haagensen de não ter pagado pelos trabalhos de mídia prestados por ela enquanto ele estava no reality.  

"Um trabalho nunca pago, e hoje vejo que nem com o devido respeito. Aqui somos uma equipe, totalmente lesada mais uma vez pelo Phellipe Haagensen, e vamos tornar público o que está ocorrendo", escreveu em outra publicação da rede social. O perfil do ator foi excluído do Instagram. 

Segundo Safire, medidas legais já foram tomadas. "Tudo registrado em boletins de ocorrência no estado de São Paulo e Rio de Janeiro, onde estamos fazendo a representação civil, criminal", explicou aos seguidores. Haagensen foi expulso do programa após beijar Hariany sem consentimento. 

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Eu sou um mulherão da porra, e suficiente ao meu caráter de resolver as coisas olhando na cara das pessoas. Amo os meus, mas amo muito, mas muito mais á mim. Seja lá quem for, o que é justo é justo, e ser cria de favela, deveria ser o sinal da sabedoria do que é certo é certo, já que desde cedo se aprende o que é certo ou errado, e muitos fazem escolhas erradas por não ter opção. A verdade é que a mentira só termina quando a verdade chega, e não podemos ocultar a verdade, diante de uma situação pública. Será doença psicológica ou desvio de caráter? Hoje pra mim não importa, o que importa é a verdade. Eu não posso ser ameaçada de agressão e morte, pois defendi uma mulher que se sentiu violada em sua intimidade por um beijo sem consentimento. Não posso perder minha paz com uma tentativa de violência psicológica por não apoiar a atitude de um amigo (até então), que cometeu uma infração grave. Eu não posso me responsabilizar com as pendências pessoais de uma pessoa. Eu não posso ser chamada de "filha da p*, de vaca preta" e ter que ouvi que não gosta de mulheres negras, pois elas são iguais a mim, folgada, e que as brancas não dão trabalho, dão prazer e fazem tudo pra ter um pretinho de favela, pois elas tem fetiche por eles, imagine se for famoso?, e elas bancam tudo, e quando uma sabe da outra, elas brigam por mim... "Eu sou foda". A falta de respeito aí é com todas as mulheres, e de todas as raças ai. Não posso prosseguir com alguém que não quer evoluir, só pensa em viver em uma vida fútil que o "Bené" proporciona. Pois bem, estou sendo ameaçada de morte por não querer mais trabalhar com Phellipe Haagensen, e por ter defendido Hariany e as demais meninas diante de suas atitudes. Não quer mudar, não muda, mas não pode criar mentiras pra prejudicar as pessoas. Eu não ia expor isso não, mas como ele não consegue vir na minha direção e só anda ameaça por telefone e whatsapp, e eu estou sem tempo de subir o morro e derrubar aquela porta mais uma vez, eu vou expor o que de fato é verdade e com tudo registrado em boletins de ocorrência no estado de SP e Rio de Janeiro, onde estamos fazendo a representação cívil, criminal. Quem sabe sendo punido de verdade, ele aprenda

Uma publicação compartilhada por Luana Safire  (@luanasafire) em

 

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

Eduardo Entrevista

Mais Lidas