Famosos

Após pancadaria ao vivo, André Marinho diz que foi ameaçado com arma

[Após pancadaria ao vivo, André Marinho diz que foi ameaçado com arma]
12 de Maio de 2021 às 09:11 Por: Reprodução / Redes Sociais Por: Redação BNews

Após pancadaria ao vivo durante o programa Pânico nesta terça (11), o apresentador André Marinho comentou, em sua conta no twitter, que foi ameaçado com uma arma de fogo, além de ter sido agredido por um dos seguranças do político Tomé Abduch.

“Hoje fui agredido por um senhor que age como militante. Deslumbrado com a própria irrelevância, se aproveitou do Pânico para me ofender. Exalta sua família, mas só faz atacar a minha. Bancou o valente pois trouxe um segurança para me dar um mata-leão e me ameaçar com sua arma”, comentou Marinho.

Ainda na postagem, André ironiza que Abduch seria mais velho que ele e estaria com um comportamento inadequado. "Vinte anos mais velho eu, deu exemplo de quem realmente é. Contra fatos não há argumentos. De minha parte, não irei ceder um milímetro sequer – constatando as mentiras e dizendo as verdade inconvenientes para esses desqualificados”.

A briga começou após Tomé Abduch citar o pai de André, Paulo Marinho, presidente do PSDB do Rio de Janeiro, sobre um assunto que envolvia o governador de São Paulo, João Dória, também do PSDB. A discussão acabou após chutes e socos e o apresentador do programa, Emílio Surita, pediu desculpas aos ouvintes pelo ocorrido.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar