Política

"Prefeito Netinho" cai no gosto do internauta

["Prefeito Netinho" cai no gosto do internauta]
04 de Fevereiro de 2013 às 17:26 Por: Terena Cardoso (@terena_cardoso_
O primeiro contato com o dono da página "Prefeito Netinho" no Facebook foi feito no domingo (03) pela própria rede social. No mesmo dia, ele respondeu. "Claro! Vocês do BN são show". Se ele foi irônico com a reportagem, ou não, fazendo referência à concorrência pouco importa. Ele é retado, irônico, soberano, fala e faz o que quer. Saiba um pouquinho de quem está por trás da fanpage que já tem mais de 19 mil curtidas. Ave Neto!



Você se importa de se identificar? Se não, qual seu nome, sobrenome, idade, profissão e naturalidade? Se não quiser se identificar, ao menos nos diga se você é homem ou mulher.
 
De forma alguma. Esqueça isso! 
 
Por que fazer um perfil falso no Facebook para ironizar o prefeito de Salvador?
 
O perfil não foi feito para ironizar o prefeito. Longe disso. Trata-se de uma forma divertida e leve de contar o dia a dia da administração municipal, como faz a Dilma Bolada, musa inspiradora de Netinho.  
 
Quanto tempo tem que a página foi criada?
 
A fanpage soberana foi criada no dia 6 de novembro de 2012.  
 
Como tem sido para você essa repercussão? Afinal, posts seus chegam a mais de mil compartilhamentos e a página até este domingo (03) possui 18 mil curtidas.
 
Confesso que jamais esperei essa repercussão toda, até porque essa não era a intenção. A fanpage foi pensada pra ser um espaço tímido, restrito, voltado para comentar o cotidiano da cidade e a difícil tarefa do prefeito de tentar colocar as coisas no lugar, depois dos oito anos intermináveis do maluco do pão. 
 
Está ganhando dinheiro com a página? Se não, pensa em ganhar?
 
Não estou ganhando dinheiro. Não fiz a fanpage pensando nisso. Prefiro do jeito que tá.  
 
Há algum projeto em vista para além dessa página? Um site, blog ou rede social etc
 
Sim. Penso em fazer um site. Não é pra já, mas comecei a considerar a ideia diante da grande quantidade de acessos e curtidas. Já são quase 20 mil súditos curvados diante do Facebook gritando "Ave Neto".  
 
Você é/gosta/se identifica/ com algum partido? Se sim, qual?
 
Não!
 
De onde você tira as informações sobre o dia a dia do prefeito? Imprensa? Contatos?
 
Basicamente dos sites de notícia.
 
Você tem medo de retaliações?
 
Não, até porque não vejo motivo para isso. Seria uma grande bobagem e um erro estratégico absurdo se isso acontecesse. Na medida do possível, a página presta um grande serviço ao governo municipal, uma vez que relata alguns problemas da cidade, mesmo de forma cômica. Recebo muitas mensagens de pessoas que se queixam do lixo, da falta de lâmpada nos postes, do estacionamento irregular em algumas ruas, do som alto nos bairros, e isso é replicado aqui, sempre que possível. A fanpage não deixa de ser uma ponte entre a população e a gestão, e, na minha opinião, deve ser vista como mais um instrumento de auxílio para a administração. Outra coisa curiosa, muitas pessoas escreveram dizendo que nunca tinham pago a cota única do IPTU, mas que este ano fizeram questão de quitar logo o débito, exclusivamente por causa do Prefeito Netinho. Outros tantos dizem claramente que não gostavam de ACM Neto, mas que depois de Netinho estão achando o prefeito até mais simpático! Há algumas semanas, um membro do grupo jovem do DEM-BA entrou em contato parabenizando a página e comentou que eles estavam procurando um jeito de aproximar o partido e o novo prefeito dos jovens. O rapaz disse que a fanpage cumpre perfeitamente esse papel e era exatamente o que eles pensavam implantar. Tenho certeza que o público da página não abre o site da prefeitura para saber o que foi feito na administração, qual bairro ACM Neto está visitando ou em qual evento o prefeito foi durante a semana. Acho que o Prefeito Netinho ajuda, e muito, a administração de Salvador, além de deixar mais leve a imagem do nosso prefeito.    
 
Você acredita que está cometendo injúria, difamação ou até mesmo racismo quando faz referências irônicas à vice-prefeita Célia Sacramento, ao prefeito ACM Neto e outras personalidades do cenário baiano?
 
Pelo amor de Deus! Claro que não. A vice-prefeita, o prefeito e todos os citados nas postagens são pessoas públicas. Não que elas não tenham direito à privacidade, mas o dia a dia delas é conhecido por todos, basta abrir qualquer site de notícias para ver onde eles estão e o que estão fazendo. As brincadeiras envolvendo essas pessoas não são pejorativas e fazem parte da pegada humorística da página. As histórias são criadas por um personagem fictício, que diz textualmente ser um fake. Logo, tudo ali não passa de ficção. Quem leva a fanpage a sério merece ser internado urgentemente!   
 
Por que comparar a gestão de ACM Neto com um  "reinado laico"?
 
Hehehe. Laico porque o Brasil é um país laico, assim diz a Constituição Federal, e consequentemente os governos precisam ter esse caráter também. Reinado porque o Prefeito Netinho é um soberano, o rei da terra do dendê! Só isso.
 
Onde você busca inspiração para escrever textos como o de 02 de Fevereiro, dia de Iemanjá?
 
Não sei! Às vezes, quando acabo de escrever, me pergunto de onde foi que eu tirei aquilo tudo. Simplesmente o enredo surge na minha cabeça e eu vou construindo a história.
 
Por que Prefeito "Netinho"? 
 
Porque ele é pequeno, apesar de muito retado!
 
Vi uma charge na sua página assinada por "Omar". Quem é?
 
Omar é um súdito que fez a charge, mandou pra mim e resolvi publicá-la. Não o conheço.
 
Se o prefeito Netinho fosse real, qual a primeira mudança que ele faria em Salvador?
 
Seriam muitas mudanças. Não tem como apontar apenas uma. Mas com certeza o "Ave Neto" seria obrigatório toda vez que alguém o encontrasse. hehe
 
Esqueça por um instante as ideias do "Prefeito Netinho" e me diga, que avaliação você faz do cenário político da capital baiana?
 
Olha, eu confesso que levo muita fé nessa nova administração. Acredito que ACM Neto esteja com vontade de trabalhar, Aliado a isso, existe meio que uma certeza da população de que pior do que tá não fica. João cavou o poço o mais fundo que pode.  


Confira texto de "Prefeito Netinho" sobre a festa de Yemanjá


"Odoyá, meus súditos!!! Cheguei da festa de Iemanjá nestante. Tomei um banho pra tirar os 15 litros de alfazema que jogaram em mim e liguei logo meu netinhobook pra contar tudo a vocês. Ontem, antes do expediente acabar, chamei os secretário no meu gabinete e ordenei que todos se programassem para me acompanhar hoje. Teve um que levantou o dedo e disse: "Soberano, não vou poder ir porque sou crente". Imediatamente dei um puxão na gravata dele e falei bem pausadamente: "Meu filho, este reinado é laico e meus serviçais devem prestigiar todos os cultos da cidade. Se você não estiver lá amanhã com um balaio cheio de oferenda e 25 colares azuis no pescoço, pode pedir emprego de obreiro ao pastor porque na prefeitura você não vai trabalhar mais". Oxe, vocês precisavam ver. Hoje, o infeliz estava dançando Maimbê e até recebeu um caboclo! 
 
Pedi pra Juvenal estacionar na Praia da Paciência e quando desci do carro foi aquele frisson. Os vassalos ficaram incrédulos com tanta beleza, simpatia e poder. Célia saiu pela outra porta e deu de cara pro mar. Ninguém falou com a vice. A pobre ficou arrasada. Eu já estava sendo carregado, abraçado e reverenciado pelo povo quando Pelegrino chegou de mototáxi. Uma menininha de Recife, que estava na festa com os pais, viu o vara pau de capacete e disse: “Mamãe, aqui também tem boneco de Olinda, olha!”. Soltei uma gargalhada daquelas e comecei a sambar junto com a população. Pelegrino fechou a cara, fez beicinho e se picou. Já pedi o contato da garota espirituosa. Quero que ela participe da minha próxima campanha publicitária! 
 
Cheguei na colônia de pescadores dançando ijexá, rodando e sorrindo. Por onde passava, meus servos se curvavam e gritavam “Ave Neto”. Hoje a saudação foi facultativa em respeito a Iemanjá, mas o povo fazia mesmo assim. Quando estava colocando o meu presente no balaio, um palhaço petista gritou: “Pula aí, Netinho, e aproveite pra ir pro mar, oferenda”. Pelegrino ouviu e começou a rir da minha cara. Imediatamente ponguei nas costas de Célia e comecei a discursar: “Escutem bem o que eu vou dizer. Eu até que poderia ser uma oferenda para a rainha das águas. Sou lindo, sou perfeito e sou puro. Certamente Iemanjá adoraria. Mas tem gente aqui que nem pra oferenda serve. Vocês acham que, por exemplo, a orixá aceitaria uma oferenda com a língua presa?”. Rindo, o povo gritava: “Nãããããooooo”. Eu perguntava: “Vocês acham que Iemanjá toparia uma oferenda que foi rejeitada pelo povo dessa cidade por quatro vezes?”. A galera: “Jamaaaaaaiiiissss”. Eu indagava: “E vocês acreditam que a Mãe-D’água gostaria de uma oferenda desengonçada com uma estrela vermelha no peito?”. Uma ialorixá rodou a saia e disse: “Nem pensar. A cor de Iemanjá é azul DEM”. Eu conclui: “Então, quero deixar bem claro que me sinto muito orgulhoso em poder ser aceito pela rainha das águas, diferentemente de uns e outros que se derem um mergulho Iemanjá sai virada no saci de onde estiver e ruma com tudo nas pedras falando ‘Sai daqui, carniça’ em Iorubá”. 
 
Nessa hora, o povo morreu de rir. Uma senhora riu tanto que mijou alfazema. Pelegrino e os capachos dele enfiaram os rabinhos entre as pernas e se picaram. O povo me aplaudiu como se não houvesse amanhã e começou a cantar.
 
O mar serenou quando Netinho sambou na areia ♫
“Ele é o rei desse mar”, disse Iemanjá, a sereia. ♫ 
 
EITA PREFEITO RELIGIOSO!!!
 
#AmeiAsCostasDeCélia #NuncaMaisPrecisareiDePalanque #AViceDançavaEGiravaTantoQueEuPergunteiIemanjáVocêTáAí? #BacelarEstavaNasPedrasJogandoFloresAOndaVeioComTudoEQuaseEleMorreuAfogado #LéoPratesTemGingeDeAreia #MandeiPauloCâmaraColocarAVerrugaDeleNoBalaio #PriscoColocouAlfazemaNaPistolaDePlásticoEBrincouATardeToda #NetinhOdoyá".

Postada às 10h20 do dia 04/02.



Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar