Especial

Dia dos Namorados: conheça histórias de casais que se conheceram por redes sociais

[Dia dos Namorados: conheça histórias de casais que se conheceram por redes sociais ]
12 de Junho de 2019 às 14:32 Por: Reprodução Por: Brenda Ferreira 0comentários

O Dia dos Namorados, comemorado nesta quarta-feira (12), é uma data especial e comemorativa para todos os casais apaixonados. A troca de cartões e presentes com símbolos de coração, na maioria das vezes, caixas de bombom ou um jantar especial são as marcas registradas. O dia é marcado no calendário, na véspera do dia de Santo Antônio de Lisboa, conhecido por ser o "Santo Casamenteiro".

Para celebrar o Dia dos Namorados, o BNews entrevistou casais que se conheceram através das redes sociais e aplicativos de relacionamento. Algumas histórias compartilhadas deram até em casamento.

Quase que despretensioso, Raul Ribeiro resolveu baixar o aplicativo de relacionamento Tinder, após a indicação de um amigo. Dois dias depois, deu “match” com o amor da sua vida e mal sabia ainda onde essa combinação ia terminar. Ele conheceu Monique Alvarez, atualmente esposa e mãe do fruto do seu casamento, Pedro, de 2 anos.

“Após quatro dias [de conversas intensas], nos conhecemos pessoalmente, depois saímos juntos no final de semana e, depois de duas semanas, eu pedi ela em namoro”, relatou Raul.

E a intensidade continuou. “Após quatro meses eu fui morar junto com ela e a pedi em casamento, com um ano de namoro, em uma viagem para Porto de Galinhas, embaixo d’água, e hoje, estamos juntos há quatro anos e três meses. Desse Tinder, nasceu Pedro”.

Pedro, Monique e Raul

Também no Tinder, Jokássia Mesquita e o marido Eugênio se encontraram. Mas, não foi tão rápido, pois os dois moravam em cidades diferentes. Ela, na capital do Rio de Janeiro e ele no município de Duque de Caxias, Região Metropolitana do estado. O casal só se encontrou três meses depois.

Eles começaram a namorar “duas semanas depois de nos encontrarmos. Foi num Réveillon”. E levaram dez meses para se casarem. “Ao todo, são dois anos e seis meses”, contou Jokássia.

Questionados se imaginavam que um aplicativo como o Tinder fosse dar tamanha proporção ao relacionamento, Jokássia e Raul responderam com firmeza que “nunca”. “Porque o Tinder sempre foi motivo de curtição, mas casar jamais imaginaria”, acrescentou Raul.

No Tinder tem aquela velha história de “a primeira impressão é a que fica”. E, tanto para Jokássia, quanto para Raul, ficou. Além disso, os dois destacaram o que fez essa sensação prevalecer no outro.

“O sorriso dela, o olhar, a pessoa simples que ela é, tranquila. O que fez eu me apaixonar cada vez mais por ela foi a simplicidade e veio Pedro para somar. Com a vinda de Pedro, nosso amor triplicou e a gente achou que não teria nem como, mas conseguiu”, declarou o marido de Monique.

“Ele é muito gentil, educado, não tem gírias e trejeitos e eu amo isso nele”, descreveu Jokássia, sobre o marido Eugênio.

Jokássia e Eugênio

Saindo do Tinder, direto para o Instagram. Foi nesta rede social que Jaqueline Castro conheceu seu par atual, Magno. “Foi através de uma amiga dele que entrou em contato comigo dizendo que tinha uma pessoa a minha cara, que queria muito me apresentar. Já estamos com seis meses de namoro”. Um mês depois de paqueras pelo App, o casal resolveu assumir o relacionamento.

Sobre casamento, Jaqueline relatou que ela e Magno ainda não casaram, mas afirmou que “já é algo a se pensar”, e que também nunca imaginou que pudesse conhecer e assumir um relacionamento sério com uma pessoa, por meio de redes sociais. “Sempre fui cismada, chata pra esses lances de amor pela internet”.

Diferentemente do Tinder, o Instagram permite, através das fotos e stories, ter uma noção maior da personalidade e estilo da pessoa que você está interessada. Mas, mesmo assim, Jaqueline ressaltou que não foi uma simples paquera de internet. Segundo ela, o que mais chamou atenção e a fez se apaixonar por Magno foi “a forma de agir, de se expressar, a preocupação comigo, o olhar e o carinho”.

Jaqueline e Magno

Ainda no “Insta”, Mariane Silva e Juliana Souza também se conheceram. Mariane contou que percebeu e se interessou por Juliana após ela curtir várias fotos de uma só vez. Juliana relatou que o que mais chamou atenção na atual namorada foi “a autenticidade, a autoestima quanto mulher negra de cabelo raspado. E logo após o contato, sua atitude e praticidade pra desenvolver o que viera a ser hoje o nosso relacionamento”.

Elas contaram à reportagem que levaram nove meses para começar a namorar e estão juntas há um ano e três meses. O casal também já pensa em noivar e casar.

Hoje, encantada, Juliana contou que o que a fez apaixonar de vez foi “o conjunto: nossos encontros, o cuidado, a amizade (e a confiança que ela trouxe), nossa química, sua gargalhada espontânea que me faz apaixonar toda vez, seu jeito de estar brava sem querer demonstrar que está, sua voz forte e sua cor preta linda”.

Embora todos os outros casais citados nunca tenham imaginado se apaixonar e conhecer seus pares online, Mariane pensou diferente e explicou: eu acredito que o amor pode surgir em lugares inimagináveis sendo um deles a rede social. Então, sim, eu imaginava que poderia me apaixonar por alguém que conheci virtualmente.

Mariane e Juliana

A reportagem pediu aos apaixonados que finalizassem com uma mensagem para o Dia dos Namorados:

“Não há maior felicidade neste mundo que comemorar com a pessoa que você ama, uma data especial”, declarou Jaqueline Castro.

Jokássia Mesquita concordou e disse que “independentemente da troca de presentes, acho que o mais importante da data é relembrar e renovar todos os bons momentos vividos como casal”.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

Eduardo Entrevista

Mais Lidas