Esporte

Presidente não queria a minha demissão, disse Argel sobre saída do Vitória

[Presidente não queria a minha demissão, disse Argel sobre saída do Vitória]
16 de Maio de 2017 às 12:19 Por: Reprodução Por: Redação Galáticos Online
O técnico Argel Fucks concedeu uma entrevista ao jornal Zero Hora, do Rio Grande do Sul. Duas semanas após ser demitido, Argel foi questionado sobre a sua saída do Vitória e ele, polêmico, não fugiu e respondeu que “um colegiado” foi o responsável pela sua demissão e isentou o presidente Ivã de Almeida.
 
 
“Aconteceu um desgaste natural. Eu não fui contratado por essa diretoria. Se falou que foi pela briga, da discussão contra jogadores do Bahia. A desclassificação da Copa do Nordeste e a saída da Copa do Brasil contribuíram. Mas já havia uma pressão grande. O Vitória hoje é um colegiado, há quatro ou cinco pessoas que mandam. O presidente não queria a minha demissão. Estávamos montando um time, temos só três jogadores do ano passado. Nós perdemos domingo, e eu senti. Eles me chamaram e fizeram essa colocação. Rescindimos. O Vitória é um time correto, cumpriu as obrigações comigo e minha comissão. Hoje, o que está acontecendo no futebol é chato. Se ganha de um, há críticas porque ganha de um. Se ganha de cinco, é porque o adversário era fraco. Se ganha dois clássicos de três, não está bom. Deveria ter ganhado os três. “, disse Argel.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar