Esporte

Vettel dá show e faz pole que pode garantir o bi

Imagem Vettel dá show e faz pole que pode garantir o bi

Massa bate Alonso e fica em quarto; Senna é o oitavo

Publicado em 08/10/2011, às 12h24        Redação Bocão News

Na madrugada deste sábado, o alemão da RBR deu um enorme passo para conquistar o bicampeonato no Mundial de Pilotos de Formula 1.  Uma impressionante volta, de 1m30s466, já com o cronômetro zerado, deu a 12ª pole da temporada 2011 ao líder do campeonato. Sebastian Vettel ficou apenas nove milésimos à frente de Jenson Button, o segundo colocado. O inglês é o único que pode impedir o bi do piloto da RBR.


De quebra, Vettel chegou à 27ª pole da carreira e está a apenas duas de igualar a marca de 14 em uma temporada, estabelecida pelo "Leão" Nigel Mansell na temporada 1992 com a Williams. Lewis Hamilton, da McLaren, vinha com o melhor tempo na última parte do treino, mas cometeu um erro de avaliação junto com a equipe e não conseguiu fazer sua última tentativa. O inglês teve de se contentar apenas com a terceira posição no grid da corrida deste domingo no circuito de Suzuka.

Melhor brasileiro no grid, Felipe Massa superou pela terceira vez em 15 corridas no ano o companheiro Fernando Alonso e vai largar na quarta posição neste domingo. O espanhol da Ferrari sai em quinto, logo à frente de Mark Webber, da RBR, o sexto. O australiano chegou a fazer o melhor primeiro setor em sua última tentativa, mas não conseguiu subir no grid de largada.

Em sua quarta corrida pela Renault-Lotus, Bruno Senna vai largar na nona posição após Kamui Kobayashi, da Sauber, ser alçado à sétima posição. O brasileiro teve um treino conturbado, onde quase não conseguiu entrar na pista na primeira parte, e não marcou tempo na superpole, mesma situação do companheiro russo Vitaly Petrov, o décimo.

Os dois optaram por poupar pneus para a corrida deste domingo. Na Williams, Rubens Barrichello esteve longe da superpole e ficou na 13ª posição, uma à frente do venezuelano Pastor Maldonado, seu colega no time inglês.

Já Rubens Barrichello, para variar, não conseguiu um bom desempenho com a Williams. O brasileiro, mais uma vez, ficou eliminado no Q2 com a 13ª posição. Como consolo, apenas superar, mais uma vez o companheiro Pastor Maldonado, que ficou em 14º, com pouco mais de dois décimos de frente.

Classificação Indicativa: Livre