Esporte

Mais de 340 pessoas exercem ilegalmente profissão de educador físico na Bahia

[Mais de 340 pessoas exercem ilegalmente profissão de educador físico na Bahia]
17 de Setembro de 2018 às 11:22 Por: Ilustrativa Por: Redação BNews

Uma fiscalização do Conselho Regional de Educação Física da 13ª Região (CREF13/BA), através do Departamento de Orientação e Fiscalização (DEOFIS), identificou 346 pessoas no exercício ilegal da profissão de educador físico. A ação foi realizada entre os meses de janeiro e agosto, tendo no total 3.535 visitas a academias, escolas, condomínios, espaços públicos e secretarias municipais de Educação de 88 cidades.

Ofícios foram encaminhados à Secretaria de Segurança Pública (SSP) e, posteriormente, foram reencaminhados às delegacias das localidades de atuação destas pessoas para que estas fossem ouvidas. As denúncias registradas através do site do Conselho (www.cref13.org.br) também fizeram parte das atividades dos Agentes de Orientação.

Foram apuradas 265 denúncias, na capital e no interior, sendo o exercício ilegal o tipo mais comum de infração. Os Agentes de Orientação observaram, entre outros itens, a documentação dos Profissionais de Educação Física, situação legal do estágio, fardamento da equipe de trabalho nas academias e validade das Cédulas de Identificação Profissional (CIP).

Em escolas, foram realizadas 266 visitas, nos municípios de Salvador, Jequié, Vitória da Conquista, Camaçari, Ilhéus, Lauro de Freitas, Feira de Santana, Jacobina, Cruz das Almas, Santo Antônio de Jesus e algumas cidades menores destas regiões. Nas instituções visitadas, foi identificado que 65% dos Profissionais de Educação Física estavam regulares, 25% atuavam sem registro, incorrendo no exercício ilegal da profissão, 8% dos Profissionais estavam com a CIP vencida e apenas 2% inadimplentes com suas obrigações com o Conselho.

Além de visitarem as escolas, os agentes de Orientação e Fiscalização também estão percorrendo as secretarias municipais de Educação para informar sobre a necessidade do registro no CREF13/BA para os Professores de Educação Física das escolas e sobre a importância da inclusão do registro como pre-requisito para contratação via concurso.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar