Esporte

Atlético de Alagoinhas vence Bahia de Feira e é campeão baiano de 2021

[Atlético de Alagoinhas vence Bahia de Feira e é campeão baiano de 2021]
23 de Maio de 2021 às 17:50 Por: Maurícia da Matta/FBF Por: Redação BNews

Na primeira final disputada por dois times do interior, o Atlético de Alagoinhas levou a melhor neste domingo (23) que entrou para a história. Dentro da Arena Cajueiro, em Feira de Santana, onde o Bahia de Feira costuma vencer as suas partidas, o Carcará jogou bem, ganhou por 3 a 2, e se consagrou campeão baiano de 2021.

No jogo de ida, os times empataram em 2 a 2.

A partida começou movimentada, com chance para os dois lados, mas o Bahia de Feira assustava mais a meta do goleiro Fábio Lima. Aos 18 minutos, em cobrança de escanteio do Bahia de Feira, o zagueiro Iran, do Atlético de Alagoinhas deu as costas para a jogada, a bola bateu nele e entrou. 

Mas não demorou e o mesmo Iran, que tinha feito o gol contra, se redimiu. Menos de cinco minutos depois, o zagueiro aproveitou uma cobrança de falta e cabeceou para empatar.

Antes do final da primeira etapa, o Carcará conseguiu a virada. Em um lance rápido de contra-ataque, Dionísio chuta em direção ao gol e a bola para no braço do zagueiro Wesley, do Bahia de Feira. 

No segundo tempo, um susto. Logo aos 15 minutos, o Atlético precisou jogar com 10 em campo, após o volante Gilmar dar uma entrada forte no atacante Tico. O juiz chegou a primeiro dar o amarelo, mas consultou o VAR e decidiu expulsar direto.

O time da casa chegou a assustar com o próprio Tico, mas aos 24 minutos da etapa final, após uma tabela bonita entre Vitinho e Ronan, o atacante que já tinha deixado o dele tocou para Dionísio só empurrar e ampliar a vantagem.

O restante do jogo o Bahia de Feira tentou empurrar o Atlético para a área, com muitos cruzamentos, mas nem sempre efetividade. O veterano Diones teve uma chance na cara do gol, mas o goleiro Fábio fez uma linda defesa à queima roupa.

Já aos 48, o goleiro vacilou e saiu mal em um cruzamento. Marcones Pelé cabeceou sozinho e diminuiu, para dar ainda mais emoção.

Mas não adiantou. Com uma vitória fora de casa, o Carcará, que foi vice no ano passado, venceu o Bahia de Feira e pôde comemorar o seu primeiro título estadual.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar