Esporte

Ramon comemora fim da sequência negativa do Vitória e diz que time fez “ótimo jogo”

[Ramon comemora fim da sequência negativa do Vitória e diz que time fez “ótimo jogo”]
21 de Julho de 2021 às 07:27 Por: Divulgação / EC Vitoria Por: Redação Galáticos Online

Após sete jogos sem vencer, o Vitória voltou a comemorar com o triunfo sobre a Ponte Preta, nesta terça-feira (20), por 1 a 0. Após a partida, o técnico Ramon Menezes, que não vencia uma partida há sete rodadas, não escondeu o alívio com o resultado positivo.

“Meu sentimento é o melhor possível. Quando você vence é muito bom. A gente precisava muito da vitória. A gente sabia a dificuldade que seria, até pelo contexto, a situação que a gente se encontrava, o adversário. Preocupação muito grande que tivemos muita dificuldade com as equipes que estavam na parte de baixo da tabela. Isso refletiu principalmente no começo do jogo, mas depois conseguimos circular a bola, ter calma. O segundo tempo foi bom. Criamos algumas oportunidades, a Ponte no finalzinho teve a oportunidade. Mas hoje era muito importante. É meu 12º jogo aqui. Estou muito feliz. De entrega e de trabalho, tem alguém trabalhando como eu, mas mais do que eu, nesse momento, nesse clube, não tem. A falta de vitória é muito ruim. Nesses 12 jogos, cinco empates. Quando empata muito, acaba não saindo da parte de baixo da tabela. Hoje a equipe buscou a reação. Continuar dessa maneira. A gente mostrou muita dedicação”, completou.

Mesmo sem apresentar um bom futebol, o treinador aprovou a atuação da equipe e rasgou elogios ao grupo, que perdeu Guilherme Santos e Pablo Siles, peça importante no esquema tático de Ramon.

“Ótimo jogo. Com todas as circunstâncias que estão acontecendo, acaba tendo pressão muito grande. Time jovem, lógico que sente. Eu, como líder, tenho que passar confiança, buscar recuperação. O mais importante é que com pouco tempo de trabalho, 40 dias como treinador, a equipe tem um padrão, todo mundo sabe o que fazer dentro do campo. A gente está tendo dificuldade de manter uma equipe. Essa dificuldade é a própria competição. Pro próximo jogo a gente perde um jogador que é muito importante, que é o Pablo. Fica difícil a manutenção da equipe. Sei de todas as dificuldades. Foi muito bom hoje”.

O treinador também revelou os motivos de não ter colocado o atacante Ronan em campo.

“Isso é uma coisa que a gente tem que ter muito cuidado. Quando perde, é a escalação, quem tinha que jogar é quem não jogou. Ronan é um bom jogador, está no grupo. Vestiu a camisa do Vitória. Ele é um bom jogador, está no grupo, teve oportunidades. Está preparado como todos. É uma opção. Guilherme entrou e cumpriu tudo o que passamos para ele. Guilherme é jogador de velocidade, Ronan segura um pouco mais. Vejo Ronan com dificuldade para jogar mais como extrema. São as características. Quando precisar de um jogador que jogue por dentro, talvez ele seja uma opção. Hoje eu não vi. Talvez tenha, nesses 12 jogos, tido a opção de jogar com dois extremas pouquissímas vezes. Quando perdi o David, o Guilherme que vi que tinha essa característica do um contra um. Ronan consegue fazer, mas é um jogador que vem muito mais para dentro”.

Por fim, o comandante revelou que o lateral-direito Van não foi relacionado pois está em processo para ser emprestado.

“Quando cheguei aqui no clube, Van está no processo de ser emprestado. Hoje temos três laterais: Raul, Cedric e Gabriel. Ele está no grupo, está treinando, está sendo observado”

Classificação Indicativa: Livre


Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar