Esporte

Brasil bate a Suécia na despedida do Estádio Rasunda

[Brasil bate a Suécia na despedida do Estádio Rasunda]
15 de Agosto de 2012 às 18:01 Por: Galáticos Online
Tarde de comemoração, de homenagens e de futebol. A seleção brasileira venceu o amistoso contra a Suécia, pelo placar de 3 a 0, no Estádio Rasunda, em Estocolmo. Este jogo celebrou o primeiro título mundial do Brasil, em 1958 e contou com as presenças de ex-jogadores  que participaram do feito como Pelé, Zito, Pepe e Mazzola.

As duas equipes entraram em campo com uniformes retrô e durante a primeira etapa do confronto, o Brasil teve mais oportunidades de criar, porém somente aos 31 minutos, com passe de Neymar, Leandro Damião abriu o placar. A seleção brasileira ainda teve um gol do atacante santista anulado pelo assistente de arbitragem, porém o jogador estava em posição legal.

O segundo tempo do amistoso não foi muito diferente, onde o Brasil tinha oportunidades para ampliar o placar, mas não houve objetividade. Aos 30 minutos da segunda etapa o técnico Mano Menezes muda o time com as entradas de Dedé,  Hulk e Alexandre Pato.

Sem muitas mudanças dentro de campo, o comandante da seleção brasileira coloca mais uma “carta na mesa”, sacando Neymar e colocando Lucas para o setor ofensivo e numa confusão na área sueca Alexandre Pato rece o passe do lateral Daniel Alves e marca para o Brasil, ampliando o placar.

Para quem pensou que o jogo terminaria sem muitas emoções, um minuto após o gol de Pato, o jogador foi derrubado na linha da área e o árbitro marcou pênalti contra a Suécia. O próprio jogador bateu no meio do gol e carimbou o triunfo brasileiro.

Nos últimos minutos do jogo, a Suécia tentou marcar, mas o goleiro Gabriel fez belas defesas e a Seleção Brasileira conquista o triunfo no Estádio Rasunda, que será demolido no final da liga européia e marca a conquista de 1958.

Suécia x Brasil - Amistoso internacional

 Local: Estádio Rasunda, em Estocolmo (Suécia)
Horário: 15h (de Brasília)
Árbitro: Viktor Kassai (Hungria)
Auxiliares: Robert Kispal (Hungria) e Tibor Vamos (Hungria)
Suécia: Isaksson, Sebastian Larsson, Granqvist, Jonas Olsson, Safari, Pontus Wernbloom, Wilhelmsson, Samuel Holmén, Rasmus Elm, Marcus Berg e Toivonen. Técnico: Erik Hamren
Brasil: Gabriel, Daniel Alves, Thiago Silva, David Luiz (Dedé) e Alex Sandro; Rômulo, Paulinho (Sandro), Ramires e Oscar (Hulk); Neymar (Lucas) e Leandro Damião (Alexandre Pato). Técnico: Mano Menezes
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar