Esporte

Após ser chamado de homossexual, Schmidt questiona caráter de MGF

[Após ser chamado de homossexual, Schmidt questiona caráter de MGF]
15 de Março de 2014 às 06:46 Por: Redação Galáticos Online (@GalaticosOnline)
Três dias após ter a sexualidade contestada pelo ex-presidente do Bahia, Marcelo Guimarães Filho, o atual gestor do clube, Fernando Schmidt resolveu se pronunciar. A exemplo do que fez Marcelinho, Schmidt também atacou o ‘inimigo’ e afirmou que MGF teria até ofendido a mulher do governador Jaques Wagner.
 
“Esse é o caráter dele. Em meio à intervenção ele chegou a se dirigir, de maneira semelhante, a Fátima Mendonça, mulher do governador Jaques Wagner… como dizia o ex-presidente do Bahia, Osório Villas-Boas, quando alguém sem argumentos quer responder a alguém e não tem o que dizer, apela logo para o de sempre: “É corno, é ladrão, é viado…”, declarou em entrevista ao Terra.
 
Sobre a lista que foi disponibilizada para os sócios do clube, em que profissionais da imprensa acabaram sendo apontados como ‘jabazeiros’, Schmidt se esquivou  e afirmou que a atitude foi consequência do processo de intervenção.
 
“Essa é a consequência do seguimento de uma ação. Quem pediu uma auditoria no Bahia foi o juiz que decretou a intervenção no ano passado, juiz Paulo Albiani. A auditoria foi feita, houve uma complementação a ela, pedida pelo próprio clube, e aquela auditoria inicial descobriu irregularidades graves: crimes contra o sistema financeiro nacional, apropriação indébita, por ai afora…”, disse.


Publicada no dia 13 de março de 2014, às 11h27
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar