Esporte

Bahia domina as ações e faz o ‘Lepo-Lepo’ sobre o Vitória

[Bahia domina as ações e faz o ‘Lepo-Lepo’ sobre o Vitória]
24 de Março de 2014 às 06:35 Por: Tarso Duarte
O Bahia venceu o Vitória e dominou as ações em jogo disputado na tarde deste domingo (23), na Arena Fonte Nova. O trricolor bateu os rivais por 2 a 0, viu a torcida comemorar ao som de Lepo Lepo, e de quebra se aproximou do rival no total de pontos do Campeonato Baiano, que define a vantagem nas próximas fases da competição.

O primeiro tempo começou equilibrado, com o Vitória pressionando nos primeiros cinco minutos, mas foi o Bahia que abriu o placar, com Rhayner, aproveitando sobra de bola na área.

O Vitória começou pressionando o Bahia. O rubro-negro explorava o lado direito da defesa do Bahia, que tinha Diego Macedo estreando, mas o tricolor conseguiu colocar a bola no chão, e aos poucos foi dominando as ações. O Esquadrão ampliou com um belo gol. Após triangulação pela esquerda, Lincoln recebeu de frente, e bateu firme para marcar o segundo.
 
Na segunda etapa, o Bahia continuou dominando, mas, na frente do placar, esperou o Vitória, que seguiu sem produzir boas jogadas no ataque. O Vitória ainda teve chances com Dinei e Alan Pinheiro, mas pouco conseguiu prodizier.

Aos 11 minutos, em cobrança de escanteio, a bola sobrou para Rhayner, único atacante em campo pelo time tricolor, e ele bateu forte, de perna esquerda, para abrir o placar: Bahia 1 a 0. Cinco minutos depois, Talisca tentou surpreender o goleiro Wilson, batendo do lado da área, mas a bola ficou na rede pelo lado de fora.
 
O Vitória teve a melhor chance de empatar aos 21 minutos. Após tabela com Hugo, Mansur saiu na cara do gol, mas bateu fraco e Lomba defendeu.
 
Aos 24 minutos, o Bahia ampliou, em uma bela jogada. Após troca de passes pela direita, Lincoln recebeu passe açucarado, e bateu perna de perna esquerda para decretar: Bahia 2 a 0, para alegria dos tricolores, que cantaram o ‘Lepo-Lepo’ para festejar.
 
Aos 30, Alan Pinheiro perdeu um gol cara a cara com Lomba. Dinei avançou pelo meio e serviu o jovem, que tinha opção de rolar para o lado, mas ele chutou em cima do goleiro tricolor e desperdiçou a chance rubro-negra.
 
Pouco antes do intervalo, o Vitória precisou fazer uma substituição. José Welison saiu, lesionado, e Marcelo, que vinha sendo titular, entrou no meio campo do time de Ney Franco.
 
Já nos acréscimos, Marcelo Lomba fez um milagre. Em jogada iniciada por Marquinhos, Dinei ficou de frente para o arqueiro tricolor e bateu forte, mas o goleiro fez uma grande defesa e mandou para escanteio.
 
Logo a um minuto do segundo tempo, Talisca perdeu um gol incrível. Marcelo errou passe no meio de campo e a bola ficou com Rhayner, que serviu o meia. De cara com Wilson, o garoto bateu fraco, e perdeu a chance de matar o jogo. O Vitória respondeu em seguida, com Marquinhos batendo colocado e a bola passando perto do gol de Lomba.
 
O Bahia continuou bem, e aos oito minutos criou mais uma boa jogada. Lincoln, maestro do time, tocou para Pittoni, que bateu colocado, mas a bola foi pra fora. Na sequência, Talisca recebeu de Uelliton e bateu de fora da área, quase marcando o golaço.
 
Aos 15 minutos, Rhayner precisou ser substituído, e a torcida do Bahia comemorou a entrada do garoto Jeam, promessa das divisões de base do clube. Ney Franco, por sua vez, perdeu a paciência com Marcelo, que seguia errando todos os passes no meio, e colou Nino Paraíba no jogo, com Ayrton sendo deslocado para o meio.
 
Aos 19, o Vitória assustou, com Dinei cabeceando após cobrança de escanteio, mas a bola foi para fora.
 
Aos 26, mais um gol incrível perdido na Fonte Nova. Nino cruzou, a bola sobrou para Marquinhos, que tentou limpar, na sobra, Dini, já na pequena área, bateu por cima da meta de Marcelo Lomba.
 
Cinco minutos depois, foi a vez de Alan Pinheiro. O jovem recebeu cruzamento, contou com a falha da zaga do Bahia e ficou de cara, mas virou batendo por cima.

Depois da pressão rubro-negra, o Bahia voltou a conseguir botar a bola no chão, e conseguiu manter o placar, para aleria dos tricolores, que continuavam a cantar o sucesso do carnaval. 
 
Campeonato Baiano: 8ª rodada da 2ª fase
Bahia 2x0 Vitória


Data: 23/03/2014 (domingo)
Local: Arena Fonte Nova, às 16h

Árbitro: Manuel Nunes Lopo Garrido auxiliado por Adson Marcio Lopes Leal e Elicarlos Franco de Oliveira
Bahia: Marcelo Lomba; Diego Macedo, Demerson, Titi e Guilherme Santos; Uelliton (Rafael Miranda), Pittoni, Fahel, Talisca e Lincoln (Wangler); Rhayner (Jeam). Técnico: Marquinhos Santos.
 
Vitória: Wilson; Ayrton, Rodrigo Defendi, Luiz Gustavo e Mansur; José Welison (Marcelo) (Nino Paraíba), Cáceres e Hugo (William Henrique Marquinhos, Alan Pinheiro e Dinei. Técnico: Ney Franco.


Publicada no dia 23 de março de 2014, às 17h56
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar