Esporte

Semifinais: presidente do Conquista sugere arbitragem de fora

[Semifinais: presidente do Conquista sugere arbitragem de fora]
26 de Março de 2014 às 16:52 Por: Tarso Duarte - Redação Galáticos Online

Com a equipe mais uma vez na semifinal do Campeonato Baiano, o presidente do Conquista, Erderlaine Amorim se mostrou confiante em uma classificação para a final do estadual. O Bode recebe o Vitória, às 20h30 desta quarta-feira (26), no estádio Lomanto Júnior, e como o rubro-negro pode passar de fase com dois empates, a ordem no alviverde é uma só: reverter a vantagem em casa. 
 
“A expectativa é a melhor possível. A gente pode reverter essa vantagem do Vitória, respeitando sempre a grandeza de um time de Série A, que fez grande campanha no ano passado. E no jogo de volta tentar consolidar classificação para a final. Estivemos perto em 2012 com aquele jogo do Bahia, e estamos na luta”, disse o dirigente em contato com o Galáticos Online
 
Quando perguntado sobre a questão da arbitragem que não vem agradando ao time conquistense quando se fala em jogos contra Bahia e Vitória, Amorim revelou que gostaria de ver um árbitro de Conquista apitando um dos duelos contra times da capital. 
 
“Sempre tivemos preocupação com a arbitragem. Não só eu, é uma opinião geral. Em jogos contra Bahia e Vitória não consigo entender por que árbitros de Salvador podem apitar nossos jogos e árbitros de Conquistas não podem. Marielson Alves é daqui mas não é escalado”, desabafou. 
 
Ele revelou ainda que chegou a sugerir arbitragem de fora da Bahia para a Federação Baiana de Futebol (FBF), mas a entidade não aceitou. 
 
“Sugeri à federação que fosse arbitragem de fora da Bahia, mas o presidente Ednaldo disse que não havia tempo hábil. Temos árbitros bons, mas infelizmente contra Bahia e Vitória os erros são muitos Principalmente contra o Bahia, já que a gente não tem enfrentado o Vitória. Erros gigantes e grotescos, e a gente não vê acontecer erros contra Bahia e Vitória quando jogam contra times do interior”, explicou. 
 
O presidente do Conquista falou também sobre as premiações ao time. De acordo com o dirigente, os jogadores são premiados seguindo os ganhos do clube. A renda e público da partida contra o Vitória, por exemplo, terá um percentual destinado à equipe, e a cada jogo e obstáculo superado esses valores tendem a aumentar.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar