Esporte

Fifa indica que Odebrecht vai pagar estruturas provisórias do Itaquerão

[Fifa indica que Odebrecht vai pagar estruturas provisórias do Itaquerão]
28 de Março de 2014 às 09:33 Por: Redação Bocão News (Twitter: @bocaonews)


 

A promessa da Fifa de anunciar ontem (27) a solução para os problemas do Itaquerão foi novamente adiada. Mesmo sem uma definição, a entidade anunciou a realização do primeiro jogo-teste do estádio paulista para a Copa do Mundo. Será dia 17 de maio, quando acontece Corinthians x Figueirense pelo Campeonato Brasileiro.

O secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, concedeu entrevista ontem no Maracanã. Lá, ele esperava expor a solução para o aluguel das estruturas temporárias do Itaquerão. Porém, o cartola disse que ainda não há saída para o impasse.

Valcke relatou que deve ter uma resolução para o problema até hoje e disse confiar que a Odebrecht, construtora do estádio corintiano, solucione a questão. No entanto, contratualmente, a responsabilidade de fornecer as estruturas temporárias é do Corinthians. Ou seja, o clube deixará de arcar com esses gastos de R$ 60 milhões, que estão sendo empurrados para a empreiteira.

“Estou bem confiante. Temos uma companhia muito forte trabalhando lá, a Odebrecht, e muita confiança de que a empresa vai achar uma solução”, afirmou Valcke. Procurada pela reportagem, a Odebrecht não confirmou que vai bancar os materiais.

A solução para o aluguel das estruturas temporárias vem sendo discutida há semanas entre Corinthians – que se nega a pagar –, Odebrecht e os governos municipal, estadual e federal. Na quarta-feira, Marcelo Odebrecht, presidente da empreiteira, encontrou-se com Dilma Rousseff.

As informações são do site Diário Regional. 

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar