Esporte

CBF demite responsável pelo VAR e funcionários da arbitragem

Divulgação

A medida é parte do processo de reestruturação do setor comandado por Wilson Seneme, recém-empossado como presidente da Comissão de Arbitragem da entidade.

Publicado em 26/04/2022, às 11h20    Divulgação    Redação Galáticos Online

A CBF demitiu nesta segunda-feira dez funcionários que faziam parte do departamento de arbitragem, incluindo Sérgio Corrêa, responsável pelo VAR e um dos nomes mais antigos do departamento. A medida é parte do processo de reestruturação do setor comandado por Wilson Seneme, recém-empossado como presidente da Comissão de Arbitragem da entidade.

Leia mais: 

Venda do Bahia para o Grupo City será maior que a do Cruzeiro e Botafogo; confira

Grupo City procura diretor do São Paulo para projeto da SAF no Bahia

Elenco do Bahia finaliza preparação para confronto contra o Sampaio Corrêa pela Série B

Os outros profissionais desligados foram Manoel Serapião, responsável pela análise da arbitragem, coronel Marinho, ouvidor, Cláudio Cerdeira, José Mocellin, Nilson Monção, Almir Alves de Mello (responsável por cortes de vídeo do VAR), Marta Magalhães (psicóloga) e Érika Krauss (logística).

Corrêa totalizou 16 anos de passagem pela entidade. Ele ocupou os postos de presidente da Comissão Nacional, diretor do departamento de arbitragem e responsável pela implantação do VAR.

"Entendo e concordo que a arbitragem precisava da oxigenação. Claro que gostaria de continuar contribuindo, mas como fui presidente por quase uma década, compreendo, apoio e torcerei pelo projeto que gosto muito. (Seneme) Foi muito claro que o projeto até o momento foi bem elaborado, mas era necessário um passo adiante. Sai uma geração dos 60 anos e entra a dos 40, 50 anos", disse Corrêa, em entrevista ao "ge".

Siga o BNews no Google Notícias e receba as principais notícias do dia em primeira mão.

Classificação Indicativa: Livre