Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Esporte

Mano fala sobre sua expulsão e elogia o Bahia no duelo contra o Goiás: “Apresentou coisas boas”

[Mano fala sobre sua expulsão e elogia o Bahia no duelo contra o Goiás: “Apresentou coisas boas”]
17 de Outubro de 2020 às 07:11 Por: Felipe Oliveira / ECBahia Por: Galáticos Online

O Bahia empatou por 1 a 1 com o Goiás na noite desta sexta-feira (16), pela 16ª rodada e saiu do Z4. A equipe de Mano Menezes atuou com menos um jogador no final do segundo tempo, mas conseguiu arrancar o empate mesmo em meio às dificuldades.

O treinador do Bahia foi perguntado sobre o que ele achou da partida, se classifica como boa ou ruim. Ele elogiou a atuação do time tricolor. 

“Classificar jogo de melhor ou pior é um pouco subjetivo. O campo é muito fofo, o jogo ficou diferente do que esperávamos. O jogo ficou lento e difícil na qualidade do ‘jogo jogado’. Mas acredito que a equipe apresentou coisas boas. Foi buscar um resultado adverso com um homem a menos... Não é fácil jogar dez contra onze. Ao meu ver teve a penalidade máxima, que o árbitro foi até o monitor, mas misteriosamente decidiu não marcar. Tivemos a falta de Capixaba, o gol, os lances de Elias, jogadas criadas, mostrando poder de reação e uma qualidade melhor do que no primeiro tempo. Temos que mudar esse comportamento de sofrer o gol pra depois ter o poder de reação. Essa é uma questão de comportamento, não é uma questão tática ou estratégia. Não precisamos estar sofrendo pra depois ter esse comportamento”, destacou o técnico do Bahia.

Mano foi expulso no final da partida e afirmou que o cartão vermelho foi por conta da situação que aconteceu no último jogo do Bahia. “É claro que fui expulso pelo jogo passado. Porque fui expulso depois de um jogo que havia acabado de empatar e que estava feliz com o comportamento da equipe. Então não podia ter falado alguma coisa pra ser expulso. O quarto árbitro, desde início do jogo, sempre teve uma atitude provocadora para a situação. Quando ele expulsou o Sidnei (auxiliar técnico), ficou olhando firmemente, esperando uma reação minha, pra que chamasse o árbitro, mas eu não dei esse gostinho a ele, porque sabia que hoje as coisas seriam muito mais rigorosas”, afirmou.

Mano Menezes também revelou o que houve entre ele e Enderson Moreira, no momento em que o técnico do Goiás foi expulso e deixava o gramado. “Enderson falou coisas de jogo. Estava nervoso, como eu estava no jogo passado, e as vezes quando estamos na beirada do campo, com essa pressão absurda que temos sobre os técnicos, às vezes você não é um comportamento que tem, numa situação de mais calma. Ele não falou nada de diferente do que é aquilo que estava acontecendo no jogo”, disse.

O técnico do Bahia acredita que o Tricolor merecia vencer o duelo contra o Goiás. “Penso que merecia sorte melhor, pelo comportamento que teve. Principalmente depois de sofrer o gol. Sofremos o gol muito cedo no segundo tempo, numa falha de posicionamento nosso. Demoramos pra recompor o posicionamento, nos pegaram abertos pelo lado direito, a bola passou entre nosso lateral direito e nosso central... É um espaço que estamos trabalhando pra que a bola não entre aí”, falou o treinador do Esquadrão.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso